SAIBA MAIS-Cidades disputam vaga para ser sede da Copa 2014

sexta-feira, 29 de maio de 2009 15:28 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Copa do Mundo de 2014 no Brasil terá uma etapa decisiva no domingo, quando a Fifa anuncia as 12 cidades vencedoras entre as 17 interessadas em receber partidas do Mundial, o segundo no país.

Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre e Brasília certamente estarão na lista a ser anunciada pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, nas Bahamas.

Salvo uma grande surpresa, a disputa pelas outras subsedes será regionalizada, uma vez que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pediu à Fifa que leve o Mundial a todas as regiões do país.

Campo Grande e Cuiabá disputam para ser a subsede do Pantanal; Manaus, Belém e Rio Branco estão na briga pela subsede da Amazônia; Florianópolis e Curitiba querem ser a segunda cidade do Sul ao lado de Porto Alegre; Fortaleza, Natal e Recife tentam se unir a Salvador no Nordeste, enquanto Goiânia teria o prejuízo de ser perto demais da capital Brasília.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já afirmou repetidas vezes que aguarda apenas a definição das cidades para iniciar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa do Mundo, que destinará bilhões de reais em recursos para a infraestrutura.

A seguir, um breve resumo das 17 cidades concorrentes, seus estádios propostos para o Mundial de 2014 e seus principais times de futebol.

* RIO DE JANEIRO

População: 6 milhões. O Rio fez campanha para ser palco da final da Copa do Mundo de 2014. Sede da decisão da Copa de 1950, a única realizada no país até agora, a cidade tem um grande apelo esportivo. Foi sede dos Jogos Pan-Americanos de 2007, e também está entre as quatro finalistas na disputa para sediar a Olimpíada de 2016.

ESTÁDIO DE 2014: Maracanã. O ex-maior estádio do mundo precisará passar por novas reformas para se adequar ao padrão da Fifa. As obras estão previstas para começar ainda este ano. A capacidade atual, após as obras para o Pan-2007, é de 92.000 torcedores sentados.   Continuação...

 
<p>Est&aacute;dio do Maracan&atilde;, no Rio de Janeiro, que pode sediar o jogo final da Copa 2014. REUTERS/Bruno Domingos</p>