30 de Maio de 2009 / às 18:55 / 8 anos atrás

Figo, da Inter, pendura as chuteiras no domingo

<p>O meio-campo da Inter de Mil&atilde;o, Luis Figo, vai encerrar sua brilhante carreira no &uacute;ltimo jogo do Campeonato Italiano neste domingo contra o Atalanta.Regi Varghese (UNITED ARAB EMIRATES)</p>

Por Paul Virgo

ROMA (Reuters) - O meio-campo da Inter de Milão, Luis Figo, vai encerrar sua brilhante carreira no último jogo do Campeonato Italiano neste domingo contra o Atalanta.

"Amanhã, dia 31 de maio de 2009, será o meu último domingo como jogador de futebol," afirmou o jogador português em comunicado no site do clube (www.inter.it).

O jogador de 36 anos conquistou quatro títulos no Campeonato Italiano desde que se juntou à Inter de Milão em 2005, vindo do Real Madrid, apesar de não ser titular absoluto nas duas últimas temporadas, em parte por conta de contusões.

Há notícias de que Figo poderá aceitar um último contrato lucrativo para jogar no oriente mas em vez disso ele optou por encerrar a carreira neste fim de semana no estádio San Siro.

"Me satisfaz o fato de que meu último domingo como jogador de futebol será um domingo de festa pelo quarto título consecutivo no Campeonato Italiano para mim e para todos nós na Inter," disse o ex-capitão da Seleção de Portugal.

Ele começou a sua carreira no Sporting, conquistando a Copa de Portugal em 1995, antes que seus talentos ofensivos fizessem com que o Barcelona o contratasse nesse mesmo ano.

TROCA CONTROVERSA

Ele conquistou dois títulos nacionais e uma Copa da Europa com o clube catalão antes da controversa troca para o Real Madrid em 2000.

Ele ajudou o clube de Madri a vencer dois títulos espanhóis e a Copa dos Campeões de 2002.

O jogador agradeceu à Inter de Milão e seus amigos do Sporting, Barcelona, Real e a Seleção de Portugal, pela qual ele fez 127 jogos e marcou 32 gols entre 1991 e 2006.

Ele também pediu desculpas por não estar em forma ultimamente.

"Vencer sempre foi o único objetivo real de minha carreira," disse ele. "A única maneira de se vencer que eu conheci é por meio de sacrifício e trabalho, que foi o que me ensinaram quando eu era jovem no Sporting.

"É por isso que hoje eu quero pedir desculpas se em algumas partidas ou em alguns períodos eu não consegui dar tudo de mim por conta de contusões e outras razões. Eu fui o primeiro a ficar desapontado com isso."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below