"A pressão me motiva", diz Pellegrini ao chegar ao Real Madrid

terça-feira, 2 de junho de 2009 16:00 BRT
 

MADRI (Reuters) - O técnico chileno Manuel Pellegrini afirmou nesta terça-feira em sua apresentação como novo treinador do Real Madrid que a pressão não o assusta, que chega à equipe no momento certo e que "a oportunidade é enorme".

"Para qualquer técnico, chegar ao Real Madrid é um sonho. A oportunidade é enorme", disse ele em uma declaração publicada no site do clube (www.realmadri.es). "Este é um grande desafio para mim."

Pellegrini, nascido em Santiago há 55 anos, chega ao time espanhol como o primeiro contratado do novo presidente, Florentino Pérez, em sua segunda etapa à frente do Real, e após cinco anos dirigindo o Villareal.

Nesta terça-feira ele foi apresentado em Santiago Bernabéu, e se mostrou convencido de que estará à altura.

"Tanto no Equador como na Argentina, a pressão é grande, mas isto me motiva, não me assusta. Não vão me fazer trocar", afirmou. "Seria muito soberbo pensar em somente uma alternativa e não me interessa o lugar, o importante é ter sido escolhido e por que fui escolhido."

Ele não quis falar em nomes de novos jogadores, mas afirmou que o Real Madrid "sempre vai contratar os melhores".

"Ouviu-se muitos nomes, e todos grandes jogadores. Qualquer time do mundo os queria. Mas não foi vista nenhuma declaração oficial do time a respeito. O projeto vai ser grande, mas veremos os nomes."

O novo técnico do time espanhol disse que a equipe tentará disputar um futebol vistoso.

"Há 80 mil pessoas que buscam o espetáculo, não uma equipe que marque um gol e passe o resto da partida buscando manter o resultado. (Eles) querem mais e é lógico", acrescentou.

Pellegrini substitui Juande Ramos, que foi escolhido em dezembro do ano passado após a saída de Bernd Schuster, e deixou a equipe em segundo lugar no Campeonato Espanhol.

(Reportagem de Teresa Larraz)