7 de Junho de 2009 / às 15:37 / 8 anos atrás

Chile acaba com liderança paraguaia em vitória merecida

<p>Humberto Suazo, do Chile, comemora gol na vit&oacute;ria de 2 a 0 sobre o Paraguai pelas Eliminat&oacute;rias da Copa do Mundo, tirando o time da lideran&ccedil;a da competi&ccedil;&atilde;o. REUTERS/Stringer</p>

ASSUNÇÃO (Reuters) - A seleção chilena venceu o Paraguai por 2 x 0 como visitante no sábado, um merecido resultado que a aproximou da Copa do Mundo da África do Sul em 2010 e tirou sua rival da liderança da eliminatória sul-americana.

Com gols de Matías Fernández no primeiro tempo e Humberto Suazo na segunda etapa, o Chile conseguiu somar 23 pontos e manter a terceira colocação no torneio que classifica quatro seleções diretamente para a Copa do Mundo.

O Paraguai, que até a disputa anterior liderava com folga a competição, conservou seus 24 pontos, os mesmos que o Brasil mas com menor saldo de gols, e por isso caiu para a segunda posição.

O resultado deixou a equipe de Gerardo Martino em situação difícil para seu próximo compromisso de quarta-feira quando enfrenta os pentacampeões do mundo no Recife. Enquanto isso o Chile receberá a Bolívia em Santiago.

O início do encontro se desenrolou principalmente no meio-campo, onde o Chile teve maior posse da bola frente um rival irregular na saída.

O esquema audaz da equipe de Marcelo Bielsa complicou uma seleção que raramente perde um confronto em casa.

O primeiro lance ofensivo da partida terminou com o gol de Fernández aos 13 minutos graças a um chute com a perna direita após um passe de seu companheiro Alexis Sánchez e à defesa deficiente do time local.

O Paraguai tentou sem sucesso ir aos vestiários empatado no marcador em uma mostra de recuperação após a letargia do começo. Aos 31 minutos, o defensor chileno Gary Medel tirou uma bola da linha após uma cabeçada do paraguaio Nelson Haedo e uma saída errada do goleiro Claudio Bravo.

O Chile reforçou a linha defensiva no segundo tempo buscando manter a vantagem, enquanto o Paraguai movia as peças no meio-campo na tentativa de revitalizar a equipe.

Mas aos sete minutos da segunda etapa o Chile acertou um duro golpe no rival com o segundo gol de Suazo, que chegou com uma cabeçada certeira após um passe de seu companheiro Jean Beausejour.

Suazo havia tentado quatro minutos antes com um chute forte que ricocheteou no corpo do goleiro paraguaio Justo Villar.

O árbitro argentino Sergio Pezzota deu cartões amarelos aos chilenos Marco Estrada e Carlos Carmona e aos paraguaios Julio Manzur, Manzur, Oscar Cardozo e Nelson Haedo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below