Barrichello planeja ataque contra Button em Silverstone

segunda-feira, 8 de junho de 2009 10:42 BRT
 

Por Alan Baldwin

ISTAMBUL (Reuters) - Vencer corridas somente já não basta para Rubens Barrichello, depois de ver seu colega de equipe, Jenson Button, celebrar no domingo, em Istambul, a sexta vitória em sete provas na atual temporada da Fórmula 1.

O brasileiro, que diz adorar Button como pessoa, mas detestá-lo como piloto, pretende agora atacar o líder do Mundial no lugar onde lhe é mais sensível -- diante da torcida britânica, no próximo fim de semana, em Silverstone.

"Não quero só ganhar a corrida. Quero uma tríplice coroa lá. Quero tudo. Quero a melhor volta, quero a pole position", disse Barrichello a jornalistas depois de abandonar o GP da Turquia, ficando 26 pontos atrás de Button, seu companheiro na Brawn GP.

Na opinião do veterano piloto, "leva só um segundo" para que tudo vire. "Com toda a minha experiência, estou muito tranquilo. Neste momento estou irritadíssimo com a situação, mas amanhã é outro dia. Silverstone é uma grande pista, e irei lá tentar ganhar a corrida."

Barrichello não vence uma prova desde 2004, quando era companheiro de equipe do hoje aposentado heptacampeão Michael Schumacher.

A vitória de domingo na Turquia confirmou Button, de 29 anos, como grande favorito ao título deste ano. Seu desempenho -- seis vitórias nas primeiras sete provas -- já se iguala ao de Schumacher em 2004, quando venceu 13 das 18 corridas.

Mas Button é até melhor que o alemão naquela temporada, pois Schumacher não concluiu uma das primeiras sete provas naquele ano (Mônaco), enquanto o britânico só deixou de somar 4 dos 65 pontos disponíveis.

Barrichello disse que Button vive "uma coisa meio Michael, porque as coisas estão se abrindo na frente dele sem muitos problemas, então é realmente bom para ele."   Continuação...

 
<p>Piloto da Brawn GP de F&oacute;rmula 1 brasileiro Rubens Barrichello no Grande Pr&ecirc;mio da Turquia. 07/06/2009. REUTERS/Umit Bektas</p>