Pirlo e Maicon podem aumentar êxodo do futebol italiano

quarta-feira, 10 de junho de 2009 09:04 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O meia do Milan Andrea Pirlo e o lateral-direito da Inter de Milão Maicon colocaram em dúvida seu futuro no futebol italiano e podem seguir os passos de Kaká para outros países.

Kaká trocou o Milan pelo Real Madrid na segunda-feira, incitando protestos dos torcedores do Rossoneri, enquanto o atacante da Inter Zlatan Ibrahimovic espera se transferir para o Barcelona.

A perda de possivelmente dois dos melhores jogadores do futebol italiano pode ser uma grande desgraça para a Série A, que já ficou bem atrás de Espanha e Inglaterra em termos de influência financeira e atratividade.

Agora foi a vez de Pirlo, que segundo a mídia local negocia com o Chelsea, do ex-técnico do Milan Carlo Ancelotti, expressar dúvidas sobre seu futuro.

"Nós recebemos mal a saída de Kaká", disse ele a repórteres que acompanham a seleção italiana na Copa das Confederações da África do Sul. "Vamos ver se sairei. No momento, não, mas no futuro veremos".

Maicon, que está entre os melhores jogadores da Série A italiana, está ainda mais infeliz. "Por três anos a Inter me tratou com indiferença, talvez porque eles estavam preocupados em manter Ibrahimovic feliz", disse o jogador em Recife, onde está com a seleção brasileira, segundo o jornal Gazzetta dello Sport. "Estou procurando me divertir, na Inter ou em outro time."

O atacante do Milan Alexandre Pato também disse que está considerando seu futuro, mas os dirigentes do clube afirmaram que não haverá mais saídas após a venda de Kaká.

O chefe-executivo do Milan, Adriano Galliani, afirmou que o foco é reforçar o time, e citou Edin Dzeko, do Wolfsburg, como alvo, já que o bósnio quer sair do atual campeão alemão.

"Ainda não está certo, mas eu espero que sim. O Rossoneri, ao lado do Real Madrid, é a essência do futebol", disse ele a jornalistas.

(Reportagem de Mark Meadows)

 
<p>Jogador italiano Andrea Pirlo. 25/03/2009. REUTERS/Giampiero Sposito</p>