11 de Junho de 2009 / às 03:15 / 8 anos atrás

Brasil vira, bate Paraguai e é líder isolado das Eliminatórias

<p>Nilmar (direita)comemora gol que deu ao Brasil a vit&oacute;ria por 2 x 1 sobre o Paraguai, para a decep&ccedil;&atilde;o do paraguaio Riveros.Bruno Domingos</p>

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil virou para cima do Paraguai na quarta-feira e, com a vitória de 2 x 1, assumiu a liderança isolada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2010.

Já o Paraguai caiu para a terceira posição do torneio, dois pontos atrás do Chile, que chegou à vice-liderança ao golear a Bolívia por 4 x 0.

"O importante foi sair com os três pontos. A equipe jogou muito bem, aguerrida. Tomamos o gol e não desistimos. Prosseguimos e conseguimos a virada", disse o capitão Lucio, após a partida.

Empurrado pela torcida no Recife, o Brasil começou melhor a partida com mais posse de bola, mas sem levar perigo ao gol do goleiro paraguaio Villar.

Depois dos 15 minutos iniciais, o Paraguai passou a pressionar e, aos 22, Martínez fez Julio César trabalhar em boa finalização após passe de Cabañas.

Três minutos depois o Paraguai abriu o placar. Cabañas cobrou falta da entrada da área de maneira despretensiosa, mas o chute desviou em Elano, tirando Julio César da jogada.

Com a desvantagem, o Brasil novamente passou a ter mais posse de bola, mas parava na marcação paraguaia e não conseguia chegar ao gol.

Isso até os 40 minutos, quando Daniel Alves fez bela assistência da direita e Robinho completou para o gol por trás da defesa, quase na pequena área paraguaia, para empatar.

Logo no início do segundo tempo, aos cinco minutos, veio o segundo gol brasileiro. Nilmar recebeu na área e tentou passe de peito para Robinho. A bola resvalou na zaga paraguaia e voltou para Nilmar que, cara-a-cara com Villar, virou a partida.

Aos 12, o Brasil quase ampliou. Kaká arrancou do meio-campo e passou para Robinho que chutou forte, exigindo grande defesa de Villar.

Pouco antes dos 30 minutos, Daniel Alves perdeu boa chance de marcar o terceiro em cobrança de falta, que passou perto do gol paraguaio. O Brasil seguia pressionando e, aos 33, o zagueiro Lúcio fez as vezes de ponta-esquerda, colocou entre as pernas do marcador paraguaio e cruzou, mas Alexandre Pato, que havia entrado no lugar de Nilmar, desviou para fora.

O terceiro gol brasileiro quase saiu três minutos mais tarde. Kaká fez lançamento longo para Robinho, que desperdiçou chutando por cima do gol de Villar.

A seleção brasileira ainda teve uma última chance de fazer o terceiro aos 47 da segunda etapa, mas Pato chutou mal após receber passe de Kaká na entrada da área.

A seleção viaja agora para a África do Sul onde disputa a Copa das Confederações. O Brasil está no Grupo B da competição, ao lado de Egito, Itália e Estados Unidos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below