June 14, 2009 / 5:30 PM / 8 years ago

Haas bate Djokovic e conquista título do torneio de Halle

3 Min, DE LEITURA

<p>Alem&atilde;o Tommy Haas com seu trof&eacute;u ap&oacute;s vencer a final contra Djokovic da S&eacute;rvia durante o torneio de Halle. 14/06/2009.Ina Fassbender</p>

Por Karolos Grohmann

HALLE, Alemanha (Reuters) - Tommy Haas conquistou seu primeiro título em mais de dois anos ao bater Novak Djokivic, número quatro do mundo, por 6-3, 6-7 e 6-1 na final do torneio de Halle neste domingo.

Haas, que chegou a ser número dois do mundo, não conquistava um título desde Memphis em 2007 e sofreu com uma contusão no ombro, se mostrou mais consistente em um confronto baseado no jogo de fundo de quadra e que se prolongou por duas horas e 12 minutos.

"É uma sensação tão boa levantar um troféu novamente", disse Haas, que agora tem conquistas em todas as superfícies. "Faz com que tudo que deu errado vá embora", afirmou.

"Eu não estou pensando em Wimbledon agora, estou somente curtindo o momento. Mas é claro que esta vitória me dá confiança para entrar bem no torneio."

Os dois jogadores calcaram sua partida no fundo de quadra e não tiveram problemas para confirmarem seus serviços nos games iniciais, sem que houvesse oportunidades de quebra. Haas, de 31 anos e atual número 41 no ranking mundial, finalmente conseguiu uma quebra em 4-3 e com isso ficou no caminho de fechar a primeira parcial.

Djokovic, que teve problemas em se adaptar ao piso gramado após uma longa temporada no saibro, acrescentou mais variações ao seu jogo, buscando mais a rede para forçar um tiebreak no segundo set.

TRÊS DUPLAS FALTAS

O sérvio de 22 anos se aproveitou do comportamento errático de Haas no tiebreak, no qual o alemão cometeu três duplas faltas, para levar o segundo set.

Mas Djokovic padeceu do mesmo mal na terceira parcial, quando cometeu uma dupla falta que permitiu a Haas quebrar seu serviço e marcar 2-0. No game seguinte, ele desperdiçou quatro chances de devolver a quebra, o que permitiu que o alemão confirmasse o 3-0, antes de conquistar mais uma quebra e vencer a partida.

"Eu tive sorte de vencer o segundo set. Tommy cometeu algumas duplas faltas que ajudaram", disse Djokovic aos repórteres.

"A semana foi ótima. Eu joguei as partidas que precisava antes de Wimbledon", disse Djokovic, que nunca ganhou um torneio na grama e que se recusa a apontar-se com um dos favoritos para Wimbledon, que começa em 22 de junho.

"Eu não fiz um grande torneio lá no ano passado, e fui eliminado na segunda rodada. Então, não me colocaria como um favorito para Wimbledon."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below