19 de Junho de 2009 / às 11:15 / 8 anos atrás

Equipes da F1 não podem ter direito a ditar regras, diz FIA

<p>Presidente da FIA, Max Mosley, em Silverstone. 19/06/2009.Stephen Hird</p>

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) garantiu que não ficará refém das oito equipes, incluindo a Ferrari, que ameaçam romper com a Fórmula 1 e criar um campeonato rival em 2010 por discordarem das regras para a próxima temporada.

A FIA acrescentou que vai divulgar sua lista final de equipes inscritas no próximo campeonato no sábado.

"A FIA está desapontada mas não surpresa com a incapacidade da Fota de chegar a um compromisso para os melhores interesses do esporte", disse a entidade, referindo-se aos planos da Associação das Equipes de F1 (Fota), que tem a Ferrari como líder, de criar uma nova categoria de automobilismo.

"Está claro que... durante o prolongado período de negociação a Fota não se comprometeu de boa fé", acrescentou a FIA em comunicado.

"A FIA não pode permitir uma corrida financeira no campeonato, nem pode permitir que a Fota dite as regras da Fórmula 1", afirmou.

Segundo a federação, o prazo final de inscrição para o próximo campeonato termina nesta sexta-feira, como planejado.

A Fota divulgou um comunicado na noite de quinta-feira, antes dos primeiros treinos livres desta sexta para o Grande Prêmio da Inglaterra, afirmando que BMW-Sauber, Brawn, Ferrari, McLaren, Red Bull, Renault, Toro Rosso e Toyota disputariam um campeonato próprio a partir de 2010.

Williams e Force India são as únicas equipes atualmente no grid que se comprometeram com a FIA para 2010, ao lado das novas escuderia Campos, Manor e U.S. F1.

A FIA estabeleceu a sexta-feira como limite para que as outras equipes atualmente na F1 se inscrevam no próximo campeonato, e ameaçou substituí-las por mais equipes interessadas em entrar na categoria.

As oito equipes da Fota apresentaram inscrições condicionais para 2010 devido às novas regras propostas, que incluem um controverso teto orçamentário.

Reportagem de Alan Baldwin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below