Equipes da F1 não podem ter direito a ditar regras, diz FIA

sexta-feira, 19 de junho de 2009 08:09 BRT
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) garantiu que não ficará refém das oito equipes, incluindo a Ferrari, que ameaçam romper com a Fórmula 1 e criar um campeonato rival em 2010 por discordarem das regras para a próxima temporada.

A FIA acrescentou que vai divulgar sua lista final de equipes inscritas no próximo campeonato no sábado.

"A FIA está desapontada mas não surpresa com a incapacidade da Fota de chegar a um compromisso para os melhores interesses do esporte", disse a entidade, referindo-se aos planos da Associação das Equipes de F1 (Fota), que tem a Ferrari como líder, de criar uma nova categoria de automobilismo.

"Está claro que... durante o prolongado período de negociação a Fota não se comprometeu de boa fé", acrescentou a FIA em comunicado.

"A FIA não pode permitir uma corrida financeira no campeonato, nem pode permitir que a Fota dite as regras da Fórmula 1", afirmou.

Segundo a federação, o prazo final de inscrição para o próximo campeonato termina nesta sexta-feira, como planejado.

A Fota divulgou um comunicado na noite de quinta-feira, antes dos primeiros treinos livres desta sexta para o Grande Prêmio da Inglaterra, afirmando que BMW-Sauber, Brawn, Ferrari, McLaren, Red Bull, Renault, Toro Rosso e Toyota disputariam um campeonato próprio a partir de 2010.

Williams e Force India são as únicas equipes atualmente no grid que se comprometeram com a FIA para 2010, ao lado das novas escuderia Campos, Manor e U.S. F1.   Continuação...

 
<p>Presidente da FIA, Max Mosley, em Silverstone. 19/06/2009. REUTERS/Stephen Hird</p>