Federer se diz triste com desistência de Nadal

sábado, 20 de junho de 2009 14:54 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Roger Federer está triste com o fato de que a contusão no joelho de Rafael Nadal tenha interrompido temporariamente uma das grandes rivalidades no mundo do esporte, disse neste sábado o número 2 do ranking.

O espanhol Nadal, que bateu Federer na final épica de cinco sets em Wimbledon no ano passado, desistiu de defender o título devido a tendinite nos dois joelhos, permitindo que o suíço mais uma vez abra o torneio na quadra central, na segunda-feira, embora com um pouco de constrangimento.

"Eu não deveria merecer isso este ano porque o Rafa merece (como campeão), mas, obviamente, estou muito honrado por ter sido escolhido novamente para abrir a competição", disse à Reuters Federer, que está em desvantagem para Nadal, que tem 13 vitórias sobre ele.

A decisão de Nadal de não disputar Wimbledon deixa o caminho aberto para Federer marcar o recorde de 15 triunfos em Grand Slam, embora o pentacampeão de Wimbledon preferisse fazer história com outro duelo com seu grande adversário.

"Nos últimos três anos nós jogamos um contra o outro aqui em Wimbledon", declarou Federer. "Então, nós, definitivamente, não veremos a mesma final novamente. Isso é decepcionante para mim, claro, porque eu adoro jogar contra ele."

"Ele é o meu principal rival. Fizemos alguns jogos maravilhosos ao longo dos anos, e especialmente aquele aqui no ano passado foi um que teve grande destaque."

 
<p>Roger Federer est&aacute; triste com o fato de que a contus&atilde;o no joelho de Rafael Nadal tenha interrompido temporariamente uma das grandes rivalidades no mundo do esporte, disse neste s&aacute;bado o n&uacute;mero 2 do ranking. REUTERS/Susana Vera</p>