Fia prefere conversar a brigar, diz presidente da entidade

domingo, 21 de junho de 2009 11:18 BRT
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE (Reuters) - A Fia pode postergar o processo contra a Ferrari e outras equipes que planejam uma nova categoria na F1 dependendo do andamento das conversas, disse Max Mosley, presidente da entidade organizadora do esporte, neste domingo.

"Acho que preferimos conversar a brigar", disse ele aos repórteres no Grande Prêmio da Inglaterra, quando indagado se é possível que um mandado seja emitido na segunda-feira.

Mosley fez uma breve visita a Silverstone na sexta-feira e não pretendia comparecer à corrida deste domingo, mas voltou aos boxes com o chefe da F1 Bernie Ecclestone e Flavio Briatore, chefe da Renault, um dos que pressionam pela criação da categoria rival.

A Fia declarou na sexta-feira que "iniciará procedimentos legais sem demora" contra a campeã Ferrari e a Associação de Times da Fórmula Um (Fota, na sigla em inglês).

As oito equipes da Fota anunciaram na quinta-feira que vão dar início às preparações de seu próprio campeonato depois que as conversas com a Fia sobre as regras para 2010 fracassaram.

Mosley disse que uma solução ainda é possível. "Estamos conversando com as pessoas o tempo todo. Tudo vai voltar ao normal, é só uma questão de quando."

"Acho que um acordo está muito próximo, que o que divide as equipes e nós é pouca coisa e que podemos nos sentar e aparar as arestas rapidamente, dissemos a eles que estamos prontos para isso."

"Eles podem levar um tempo para chegar ao ponto que desejam, mas quando isso acontecer estaremos prontos."   Continuação...

 
<p>A Fia pode postergar o processo contra a Ferrari e outras equipes que planejam uma nova categoria na F1 dependendo do andamento das conversas, disse Max Mosley, presidente da entidade organizadora do esporte, neste domingo. REUTERS/Yves Herman</p>