Cannavaro espera brilhar em partida contra o Brasil

domingo, 21 de junho de 2009 11:43 BRT
 

Por Mike Collett

PRETÓRIA (Reuters) - Fabio Cannavaro pretende brilhar na partida da Copa das Confederações contra o Brasil neste domingo, quando o zagueiro central deve igualar o recorde de Paolo Maldini de 126 atuações pela seleção italiana.

O capitão de 35 anos e vencedor de uma Copa do Mundo, que estreou na seleção 12 anos atrás, também espera que a partida deste domingo não seja a última da Itália no torneio após a derrota chocante de 1 x 0 para os campeões africanos do Egito na quinta-feira.

A derrota deixou os atuais campeões do mundo em situação precária no Grupo B, e nem uma vitória sobre o Brasil, detentor do título da competição, vai garantir ao time uma vaga na semifinal.

Cannavaro decidiu ficar com o time e ajudar a causa apesar da morte de seu avô após a derrota de quinta-feira.

O Brasil lidera a tabela com seis pontos e deve avançar para a semifinal, enquanto Itália e Egito somam três pontos cada. Os EUA estão na lanterna sem nenhum ponto.

A Itália tem um gol de vantagem na diferença de gols enquanto o Egito não tem nenhum, por isso os italianos podem ser eliminados mesmo vencendo o Brasil caso o Egito derrote os EUA por uma margem maior de gols.

Os EUA, apesar de não terem pontos, fizeram um só gol e sofreram seis. A equipe ainda está na corrida matematicamente, embora seja improvável que fique entre os semifinalistas.

A Itália, que tem quatro vitórias, e o Brasil, com cinco êxitos, conquistaram a Copa do Mundo mais vezes do que qualquer outro país e disputaram duas finais de mundial. O Brasil bateu o rival por 4 x 1 em 1970 e nos pênaltis em 1994 após um empate sem gols.

A partida mais recente entre as seleções foi em Londres, em fevereiro, quando o Brasil venceu por 2 x 0, com gols de Elano e Robinho, companheiros no Manchester City. Um resultado parecido neste domingo arruinará o grande dia de Cannavaro.

O Egito e os EUA se enfrentam pela primeira vez na história neste domingo. Os egípcios estão ansiosos para voltar ao campo depois que dinheiro e outros itens foram roubados de seus quartos de hotel enquanto derrotavam a Itália na quinta-feira.

 
<p>Fabio Cannavaro pretende brilhar na partida da Copa das Confedera&ccedil;&otilde;es contra o Brasil neste domingo, quando o zagueiro central deve igualar o recorde de Paolo Maldini de 126 atua&ccedil;&otilde;es pela sele&ccedil;&atilde;o italiana. REUTERS/Dylan Martinez</p>