Vitorioso em Silverstone, Vettel se desculpa por não ser inglês

domingo, 21 de junho de 2009 17:48 BRT
 

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE (Reuters) - Sebastian Vettel só teve um pequeno remorso depois de eclipsar o favorito local Jenson Button e ficar com a vitória no Grande Prêmio da Inglaterra neste domingo.

Com palavras que soariam extraordinárias na boca de Michael Schumacher, o heptacampeão aposentado que Vettel vem substituindo rapidamente no coração de seus compatriotas, o piloto de 21 anos da Red Bull quase se desculpou por ser alemão.

"Lamento um pouco não ser inglês, porque os torcedores foram fantásticos", disse Vettel, que dominou a corrida desde a largada na pole position diante de uma lotação de 120 mil espectadores.

"Já nas duas últimas voltas eu podia ver as pessoas se levantando e torcendo. Na hora eu quis acenar e agradecer, mas achei melhor não", acrescentou ele.

"Houve situações no passado em que não ficou bem para o piloto fazer isso."

Vettel, que tem grande conhecimento da história da F1 e gosto pelo senso de humor britânico, sem dúvida relembrava o constrangimento do britânico Nigel Mansell no Canadá em 1991.

Naquela prova, o motor de Mansell morreu enquanto ele acenava para o público a caminho da vitória na última volta. Ele terminou em sexto lugar.

O campeão de 1992 mais do que compensou o acontecimento com vitórias épicas em Silverstone que deram ensejo a invasões de torcedores e cenas de verdadeira 'Mansellmania'.   Continuação...