Mídia italiana pede que Lippi aposente velha guarda da seleção

segunda-feira, 22 de junho de 2009 10:26 BRT
 

ROMA (Reuters) - A mídia italiana pediu ao técnico da seleção do país, Marcello Lippi, que reveja sua política de usar como base de seu time a equipe que venceu a Copa do Mundo de 2006 na Alemanha, após a humilhante eliminação na Copa das Confederações, disputada na África do Sul.

Os atuais campeões do mundo foram eliminados ainda na fase de grupos, após a derrota por 3 x 0 para o Brasil no domingo, três dias depois de perderem para o Egito pela primeira vez na história.

A equipe de Lippi, que contou com oito jogadores que participaram da campanha vitoriosa no Mundial, parecia não ter jogadas e mostrou fragilidade na defesa, o que gerou temores sobre a capacidade da equipe de defender o título no ano que vem.

"A esperança é que essa lição faça com que Lippi volte à África do Sul em um ano com uma outra equipe", escreveu o jornal La Gazzetta dello Sport em artigo intitulado "Jogados ao chão."

"Há tempo para remontar um time capaz de defender o título mundial. É necessário acelerar a entrada de alguns jovens, mesmo assim nem todos campeões do mundo devem se aposentar", acrescentou.

Lippi se antecipou aos pedidos por renovação na equipe ao afirmar, logo após a eliminação, que é necessária a entrada gradual de jogadores jovens na equipe.

O goleiro Gianluigi Buffon, no entanto, disse não enxergar no Campeonato Italiano muitos jogadores jovens que sejam capazes de fazer um trabalho melhor do que o que tem sido feito pela velha guarda.

(Reportagem de Paul Virgo)

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o italiana, Marcello Lippi, em jogo contra o Brasil, em Pret&oacute;ria. 21/06/2009. REUTERS/Paulo Whitaker</p>