Ibrahimovic e Maicon podem deixar Inter, diz Moratti

segunda-feira, 22 de junho de 2009 11:06 BRT
 

ROMA (Reuters) - O atacante sueco da Inter de Milão Zlatan Ibrahimovic e o lateral-direito brasileiro Maicon serão vendidos se a oferta certa for recebida, informou o presidente do clube, Massimo Moratti, acrescentando que no momento há 50 por cento de chance deles saírem.

Os dois melhores jogadores da campeã italiana na temporada passada indicaram vontade de deixar o San Siro e têm estado relacionados ao Real Madrid, entre outras equipes de ponta da Europa.

Moratti se encontrará com o presidente do clube espanhol, Florentino Pérez, esta semana para discutir sobre Ibrahimovic, artilheiro da última temporada da Série A italiana, de acordo com as reportagens da mídia italiana e espanhola.

"Como um torcedor, eu gostaria que eles ficassem, mas como um presidente com um balanço para analisar, eu digo que se eles quiserem ir, eles podem ir. Seria contraproducente mantê-los aqui", disse Moratti em uma entrevista publicada no jornal Il Giornale nesta segunda-feira.

"Eu daria aos dois 50 por cento de chance de ficar na Inter."

Moratti disse que ele já tem conversado com o Barcelona sobre Ibrahimovic, mas acrescentou que o presidente do clube catalão, Joan Laporta, não estava "tão motivado" para fazer um acordo.

Ele também confirmou que um diretor da Inter reuniu-se com o Real Madrid na semana passada para discutir sobre Maicon, mas acrescentou que a falta de interesse de Pérez em assinar com defensores pode ajudar a manter o brasileiro na Itália.

"O Real Madrid quase não se interessa em defensores, há zero interesse na verdade, o que é favorável porque Maicon é o melhor defensor do mundo", disse.

O chefe-executivo da Inter, Ernesto Paolillo, disse na semana passada que um preço justo por Ibrahimovic poderia ser de 80 milhões de libras (131 milhões de dólares), o que o Real ofereceu para assinar com Cristiano Ronaldo do Manchester United.

O preço solicitado por Maicon é de 40 milhões de euros (55,4 milhões de dólares), de acordo com notícias da mídia.

(Reportagem de Paul Virgo)

 
<p>Jogador sueco Ibrahimovic, da Inter, em Gothenburg. 10/06/2009. REUTERS/Bob Strong</p>