Federer avança com estilo em Wimbledon; Sharapova dá adeus

quarta-feira, 24 de junho de 2009 16:42 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Roger Federer avançou para a terceira rodada de Wimbledon com uma vitória incontestável sobre o espanhol Guillermo García-López, enquanto a ex-campeã Maria Sharapova tomou o caminho do aeroporto após uma eliminação na segunda rodada.

Federer, que conquistou o Grand Slam na grama de Londres cinco vezes seguidas antes de perder a final do ano passado para o espanhol Rafael Nadal, venceu seu segundo jogo no torneio deste ano por 6-2, 6-2 e 6-4.

O suíço reduziu García-López a um mero rebatedor de bolas em uma partida que terminou rápido demais para os 15.000 expectadores que lotaram a Quadra Central para assistir à exibição do ex-número um do mundo.

Federer, no entanto, não contou com a torcedora mais leal, a esposa Mirka, que está grávida, mas negou que o nascimento de um novo Federer esteja para acontecer.

"Ela apenas não está se sentindo 100 por cento", disse ele. "Decidimos que seria melhor ela pegar leve em vez de ficar sentada no sol, e talvez se sentir pior no dia seguinte."

Mais cedo, Sharapova, na mesma quadra onde conquistou o título de 2004 ao vencer a norte-americana Serena Williams, pareceu apenas sombra daquela jogadora de anos atrás que deu sinais de que poderia dominar o tênis feminino.

Prejudicada por problemas no ombro desde a derrota na segunda rodada em Wimbledon no ano passado, a russa perdeu para uma inspirada Gisela Dulko, da Argentina, por 6-2, 3-6 e 6-4.

"Demorei para entrar no jogo", disse a ex-líder do ranking Sharapova, que havia perdido apenas três games nos dois jogos anteriores contra Dulko. "É tarde demais entrar no jogo quando você já está perdendo por um set e 3-0 no segundo."

O sérvio Novak Djokovic, quarto cabeça-de-chave, atropelou o alemão Simon Greul por 7-5, 6-1 e 6-4, enquanto o alemão Tommy Haas precisou de apenas sete games para vencer Michael Llodra, que abandonou o torneio com um machucado após colidir com uma gandula durante o jogo.

 
<p>Roger Federer, da Su&iacute;&ccedil;a, durante partida em Wimbledon contra o espanhol Guillermo Garc&iacute;a-L&oacute;pez. 24/06/2009 REUTERS/Eddie Keogh</p>