28 de Junho de 2009 / às 15:11 / 8 anos atrás

Federer pronto para deixar Soderling desconfortável

Por Pritha Sarkar

LONDRES (Reuters) - Enfrentar Roger Federer na grama geralmente é uma perspectiva suficientemente intimidadora, mas ter de encarar o suíço com o estômago embrulhado pode fazer com que Robin Soderling se sinta um pouco mais que desconfortável na segunda-feira.

O sueco já esteve frente à frente com Federer por 10 vezes, e em cada uma das ocasiões, ele teve de se contentar em ser apenas o segundo melhor.

A mais recente foi na final do Aberto da França, e após apenas três semanas desta derrota, Soderling espera encontrar uma maneira rápida de curar seus problemas de saúde, isso se que quiser ter alguma chance de desafiar à altura o homem que busca um inédito 15o título de grand slam.

"Meu estômago vem mal desde quarta-feira, então não consigo comer muito. Eu me senti muito mal", disse o 13o pré-classificado, que chegou à segunda semana de disputa do mais importante torneio jogado na grama pela primeira vez.

"E é difícil jogar contra Roger. Eu joguei contra ele 10 vezes, e depois dos jogos eu nunca tive a sensação de ter ido bem na partida."

"Não é por minha causa, eu acho que é por causa dele. É difícil jogar bem contra ele, para dizer a verdade. Eu gostaria de melhorar tudo frente ao último jogo em Paris."

Melhorar seu tênis em apenas 22 dias é uma missão quase impossível. Dotado de um poderoso forehand, Soderling tem o dom de deixar muitos de seus oponentes bufando e se arrastando em quadra ao tentarem acompanhar suas winners.

Ele também escolhe uma estratégia de alto risco, ao tentar anular os pontos fortes de seus oponentes, ao invés de explorar suas fraquezas. Táticas como estas podem funcionar com a maioria dos jogadores, mas Federer não é um rival comum.

O suíço já venceu cinco vezes em Wimbledon e é o favorito para retomar sua coroa --depois de perdê-la ao ser derrotado por Rafael Nadal em um jogo épico no ano passado. Pelo tênis solto e de alto nível que mostrou na primeira semana, parece que não há muitos motivos para acreditar que haverá alguém capaz de impedi-lo de chegar à sua sétima final consecutiva neste grand slam.

Segundo cabeça-de -chave, ele já despachou Lu Yen-hsun, Guillermo Garcia-Lopez e Philipp Kohlschreiber sem maiores dificuldades, para atingir as oitavas-de-final.

"O que acontece é que eu já venci ele tantas vezes que sinto uma confiança incrível, sabendo que se eu jogar bem meu tênis, eu acabarei bem", disse Federer, que perdeu apenas um dos últimos 69 jogos que disputou na grama.

"Agora, será interessante ver como ele vai entrar para este jogo, depois de ter ido tão longe em um torneio longo como o de Paris e ver se ele consegue manter a boa condição. Mas eu já joguei com ele aqui antes, e também na grama por diversas vezes."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below