5 de Julho de 2009 / às 16:28 / 8 anos atrás

Serena derrota Venus e conquista Wimbledon pela terceira vez

<p>Serena Williams comemora seu terceiro trof&eacute;u do torneio de simples de Wimbledon, em Londres.Eddie Keogh</p>

Por Pritha Sarkar

LONDRES (Reuters) - Serena Williams comemorou o dia da Independência dos Estados Unidos com uma vitória sobre sua irmã Venus, por 7-6 e 6-2, conquistando seu terceiro título de simples em Wimbledon neste sábado.

Pentacampeã do torneio, Venus perdeu a partida ao deixar um golpe de backhand na rede, no quarto match point de Serena. A irmã mais nova das americanas ajoelhou-se na quadra depois de conquistar seu terceiro título do torneio disputado na grama depois de um intervalo de seis anos.

A tenista de 27 anos logo se levantou e foi abraçar Venus, para depois cumprimentar os 15 mil torcedores que aproveitaram o belo dia de sol para lotar a quadra central.

"Estou me sentindo tão bem. Sou muito abençoada. Sinto como se não devesse estar segurando este troféu. Não consigo acreditar que estou segurando-o e Venus não está", disse Serena.

"Tem o nome de Venus e ela sempre vence. Nossa, ainda não me convenci de que venci o torneio."

Venus, que poderia ser a primeira mulher a conquistar três títulos consecutivos desde Steffi Graf em 1993, elogiou a irmã.

"Hoje ela foi muito bem. Ela tinha uma resposta para tudo. Ela jogou o melhor tênis hoje. Então, parabéns", afirmou Venus, de 29 anos, que irá retornar à quadra central ainda neste sábado para disputar a final de duplas ao lado da irmã.

"Não acho que já tenha sentido a derrota, então ainda estou sorrindo. Tive tantos momentos bons aqui e, claro, estou ansiosa para voltar no ano que vem e na final de duplas."

Enquanto fãs de tênis ao redor do mundo estavam assistindo à final para ver qual das Williams --que estavam empatadas em 10-10 em número de vitórias e derrotas nos jogos entre si antes da partida-- voltaria ao topo, a ausência de uma pessoa foi sentida.

BRIGA DE CRIANÇAS

Richard Williams, que não gosta de ver suas "crianças brigando entre si", estava a caminho dos Estados Unidos.

Serena quase ficou fora da festa. Na semifinal de quinta-feira, ela chegou a estar com um match point contra diante da russa Elena Dementieva antes de ter uma recuperação sensacional.

A grande virada animou a mais nova das irmãs Williams, e Serena apresentou um jogo soberbo de força e agressividade para vencer o seu 11o título de Grand Slam.

Embora os jogos entre Venus e Serena sejam cativantes, eles são frequentemente frustrantes como espetáculo para a plateia, que lutou para se envolver com a final deste sábado.

Em um primeiro set acirrado, os únicos break points surgiram no oitavo game no serviço de Serena.

Um poderoso segundo set a tirou do problema no primeiro, enquanto Venus cometeu um erro no segundo, colocando um forehand para fora mesmo com a quadra toda aberta para ela.

Serena não é do tipo de dar segunda chance e disparou dois aces para empatar em 4-4.

Previsivelmente, as duas foram para o tiebreak, e a terceira cabeça-de-chave Venus foi confrontada por uma força que não conseguiu superar.

Um lob de backhand muito bem executado deixou Serena com 7-3, encerrando a série de 35 vitórias consecutivas de Venus na grama de Wimbledon iniciada na terceira rodada de 2007.

No segundo set, largadinhas eficazes, slices elegantes e belos ângulos formaram o repertório de Serena, que ainda se mostrou muito forte no jogo de fundo de quadra.

Venus perdeu o serviço no sexto game do segundo set com uma dupla falta. Daí por diante, só havia uma vencedora em quadra.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below