July 5, 2009 / 5:53 PM / 8 years ago

Federer supera o combativo Roddick em final épica de Wimbledon

3 Min, DE LEITURA

<p>O su&iacute;&ccedil;o Roger Federer comemora sua vit&oacute;ria sobre o americano Andy Roddick na final do torneio de t&ecirc;nis de Wimbledon, em Londres.Julian Finney/Pool</p>

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - O suíço Roger Federer derrotou Andy Roddick em uma das finais mais extraordinárias já vistas em Wimbledon neste domingo, vencendo o combativo norte-americano em parciais de 5-7, 7-6, 7-6, 3-6 e 16-14.

Só o último set durou 95 minutos, até que um forehand mal batido de Roddick deu a Federer seu sexto título em Wimbledon e o recorde de 15 troféus de grand slam que ele tanto desejava.

Como seria de se esperar, Pete Sampras, o único outro tenista que somava 14 títulos, assistiu como convidado ao duelo aguerrido que se arrastou por quase cinco horas.

"Andy, quero dizer que você vai voltar e vencer um dia, tenho certeza", disse Federer, enquanto o abatido Roddick absorvia sua terceira derrota consecutiva para o número dois do mundo em uma final na grama inglesa.

"Hoje foi meu dia de sorte. É curioso receber o troféu de novo, é ótimo. Foi uma partida louca, minha cabeça ainda está a mil por hora. É um momento inacreditável na minha carreira."

Poucos imaginavam que a sétima final seguida de Federer em Wimbledon chegaria perto de lembrar o épico do ano passado, quando ele perdeu a coroa para Rafael Nadal em um embate de cinco sets que terminou quase no início da noite londrina.

O suíço, que obteve seu primeiro título em Roland Garros no mês passado e completou o circuito do grand slam, só perdeu um set até a final e venceu 18 de suas 20 partidas anteriores contra o americano, que ainda espera conquistar o segundo grand slam de sua carreira após obter o troféu do Aberto dos EUA em 2003.

Roddick se reinventou no último ano depois que sua carreira começou a decair. Após surpreender o britânico e esperança nacional Andy Murray na semifinal, o sexto colocado do ranking ameaçou desmoronar mais uma vez.

Federer chegou ao seu limite no duelo extenuante, no qual somou 107 winners e 50 aces.

Depois de perder o primeiro set, ele estava atrás em 6-2 no tiebreak do segundo set, mas venceu seis pontos consecutivos e empatou o jogo.

Momento Crucial

Federer lutava com o saque de Roddick, mas manteve a constância no seu próprio serviço e venceu o terceiro set em mais um tiebreak em 7-5.

Roddick, derrotado em duas finais anteriores antes por Federer em Wimbledon, se recusou a fraquejar e obteve uma quebra em um momento crucial no quarto set, preparando um final hipnotizante.

Diante de grandes vencedores de Wimbledon como Sampras, Bjorn Borg e Rod Laver, Federer se manteve na dianteira e selou a vitória após quatro horas e 16 minutos quando a resistência de Roddick finalmente cedeu e o suíço quebrou seu serviço pela primeira vez na partida.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below