12 de Julho de 2009 / às 15:00 / 8 anos atrás

Webber vence sua primeira corrida na F1

<p>O piloto australiano Mark Webber comemora sua primeira vit&oacute;ria em 130 corridas disputadas na F&oacute;rmula 1.Kai Pfaffenbach</p>

Por Alan Baldwin

NUERBURGRING, Alemanha (Reuters) - O australiano Mark Webber superou uma punição de "drive-through" para vencer o Grande Prêmio da Alemanha neste domingo e encerrar sua longa espera pelo sucesso na Fórmula 1.

O seu companheiro de equipe, o alemão Sebastian Vettel, terminou em segundo lugar numa dobradinha da Red Bull para reduzir a vantagem do britânico Jenson Button na liderança do campeonato para 21 pontos, com oito corridas para o fim. O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, chegou em terceiro, em seu primeiro pódio no ano.

Button, da Brawn GP, tem 68 pontos, Vettel subiu para segundo lugar com 47 e Webber está em terceiro, com 45,5 pontos.

O normalmente calmo Webber permitiu que a emoção de longos anos de espera transbordasse quando ele recebeu a bandeira quadriculada, ao vencer pela primeira vez em 130 corridas disputadas.

"Mark Webber, você é um vencedor do Grande Prêmio. Parabéns, pilotagem brilhante", afirmou o chefe de sua equipe, Christian Horner, depois que o piloto parou de vibrar.

Observado pelo seu orgulho pai, Alan, o australiano respirou fundo e chorou ao ouvir o hino nacional de seu país pela primeira vez no pódio desde a vitória de Alan Jones em Las Vegas, em outubro de 1981.

<p>O piloto australiano Mark Webber comemorou sua primeira vit&oacute;ria na F&oacute;rmula 1 em 130 corridas disputadas.Kai Pfaffenbach</p>

O piloto de 32 anos triunfou apesar de ter que cumprir punição por ter provocado uma colisão na largada.

"É um dia incrível para mim, eu queria muito vencer", disse Webber, que largou na ponta.

O australiano também estabeleceu um recorde pelo maior intervalo entre sua estreia e a primeira vitória. O recordista anterior era o brasileiro Rubens Barrichello, que esperou 124 corridas antes de vencer pela primeira vez, com a Ferrari, em 2000.

Barrichello, que largou em segundo lugar, roubou a liderança na largada para a Brawn, mas terminou em sexto lugar, caindo para a quarta posição na classificação geral, com 44 pontos.

Nico Rosberg foi o quarto na corrida, com a Williams, em seu melhor resultado na temporada.

O espanhol Fernando Alonso recebeu dois pontos para a Renault, enquanto que o finlandês Heikki Kovalainen acabou com a seca da McLaren em quatro corridas, conquistando um ponto pelo oitavo lugar.

Houve dor no coração para o alemão Adrian Sutil, que tentava o primeiro ponto da Force India. Depois de largar em sétimo, ele chegou a estar em segundo lugar na prova, mas uma colisão com a Ferrari de Kimi Raikkonen acabou com suas esperanças.

Já as chances do ex-campeão mundial Lewis Hamilton evaporaram quando sua McLaren teve problemas ainda na primeira volta. Ele terminou em 18o e último lugar, uma volta atrás.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below