Fifa será mais exigente em transferências internacionais

terça-feira, 14 de julho de 2009 15:57 BRT
 

BERNE (Reuters) - A Fifa disse nesta terça-feira que será mais exigente em relação às transferências internacionais em uma tentativa de pressionar agentes não-licenciados.

Marco Villiger, chefe da Fifa para assuntos jurídicos, disse que somente entre 25 e 30 por cento das transferências internacionais são concluídas através de agentes licenciados.

"O sistema como é não funciona, sabemos disso e este é o motivo da nova postura que foi iniciada", disse ele.

"A realidade se desenvolveu em uma situação completamente diferente às regulamentações, então decidimos lançar uma nova postura ao invés de ficar corrigindo o sistema".

(Reportagem de Brian Homewood)