Empresário vai à Justiça relatar agressão do jogador Gerrard

quarta-feira, 22 de julho de 2009 09:33 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Um empresário britânico depôs na quarta-feira à Justiça britânica para relatar supostas agressões cometidas pelo jogador de futebol Steven Gerrard durante uma briga de bar no final de 2008. A vítima disse que sofreu um "bombardeio" de golpes por ter se recusado a entregar o controle de um aparelho de som.

Marcus McGee, de 34 anos, perdeu parte de um dente dianteiro no ataque, ocorrido nas primeiras horas do dia 29 de dezembro, segundo o depoimento prestado à Corte da Coroa de Liverpool.

De acordo com a agência Press Association, o homem inicialmente foi agredido por um amigo de Gerrard, mas disse acreditar que o primeiro soco partiu do jogador de 29 anos, capitão da equipe do Liverpool e integrante da seleção inglesa.

"Eu me lembro de um bombardeio de golpes vindo no meu rosto, mas não sei quem foi", disse ele. "Tendo visto as imagens do circuito fechado de TV, ficou óbvio que Steven Gerrard me atinge um par de vezes, talvez três vezes, mas naquela noite honestamente eu não podia dizer isso. Eu não sabia quem fez aquilo."

McGee era o DJ daquela noite no Lounge Bar, na localidade de Southport, perto de Liverpool, e disse que impediu Gerrard de assumir o controle do tocador de CDs. Gerrard teria voltado mais tarde, quando McGee estava sentado sozinho no bar, e o teria xingado.

"No meu depoimento eu não lembrei da conversa, mas olhando meus gestos eu estava perguntando a ele como ele reagiria se alguém chegasse para ele e quisesse tirar algo dele de uma maneira que eu achei rude", disse McGee ao tribunal.

Na terça-feira, o tribunal assistiu ao vídeo em que Gerrard falava com McGee, antes que um dos outros envolvidos desse uma cotovelada na vítima.

A promotoria afirmou que depois disso Gerrard atacou o empresário com "o estilo e a velocidade de um pugilista profissional".

Advogados de Gerrard alegaram que ele agiu em legítima defesa, sem saber que o empresário já havia sido golpeado.   Continuação...

 
<p>Jogador do Liverpool Steven Gerrard chegando na corte de Liverpool. 22/07/2009. REUTERS</p>