Sete atletas russas têm suspensão por doping ampliada

quarta-feira, 22 de julho de 2009 16:25 BRT
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - Sete atletas russas, incluindo a ex-campeã mundial dos 1.500 metros Tatyana Tomashova, foram suspensas por dois anos e nove meses cada, informou a Corte de Arbitragem do Esporte (CAS) nesta quarta-feira.

As corredoras de meia distância Yelena Soboleva, Olga Yegorova, Yelena Fomenko e Svetlana Cherkasova, a arremessadora de discos Darya Pishchalnikova e a ex-recordista mundial em arremesso de martelo Gulfia Khanafeyeva também foram suspensas após apelo da Federação Internacional de Atletismo (Iaaf).

A CAS disse ter alterado a data de início das suspensões, que vão agora de 31 de julho de 2008 até 30 de abril de 2011.

A entidade também anulou resultados obtidos pelas atletas desde abril ou maio de 2007.

A CAS afirmou que as suspensões são relacionadas à investigação iniciada pela Iaaf em março de 2007 sobre a possível manipulação de amostras de urina coletadas em um teste fora de competição na Rússia.

A investigação concluiu que as sete atletas quebraram as regras da Iaaf pela manipulação fraudulenta de amostras de urina, disse a CAS.

A Federação Russa de Atletismo condenou as atletas em outubro e as suspendeu por dois anos cada, mas a Iaaf apelou pedindo uma punição de quatro anos.

"A Iaaf está satisfeita pelo fato de a data de início das suspensões ter sido modificada e também pela extensão das mesmas ter sido ampliada a mais de dois anos", disse a entidade em comunicado.