Williams faz grandes concessões em acordo da F1

sábado, 25 de julho de 2009 13:26 BRT
 

Por Alan Baldwin

BUDAPESTE (Reuters) - A Williams fez concessões significativas para garantir que as equipes possam assinar um acordo que assegure o futuro da Fórmula 1, disse Adam Parr, chefe executivo do time, neste sábado.

Parr disse à Reuters que ele, o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, e Flavio Briatore, da Renault, se encontraram com Bernie Ecclestone, o chefão da Fórmula 1, na sexta feira, no Grande Prêmio da Hungria, para resolver o impasse sobre a implementação de medidas que regulamentam o corte de gastos na categoria.

"Ficou claro que não estamos em um beco sem saída. Nós fizemos algumas concessões bem significativas e eles também fizeram as deles," disse.

"No que me diz respeito, há acordo em todos os pontos importantes discutidos".

A Federação Internacional de Automobilismo, entidade que comanda a categoria, disse nesta sexta-feira, no Grande Prêmio da Hungria, que um novo "Pacto de Concórdia" deverá estar pronto para ser assinado já no fim da próxima semana.

Parr disse que não ver razão por que isso não poderia ser feito antes.

O Pacto de Concórdia é um dos três assuntos que precisam ser resolvidos para assegurar a estabilidade da categoria até pelo menos o fim de 2012.

Os outros dois são o regulamento de 2010 --que faz parte do Pacto de Concórdia-- e um acordo em separado entre as equipes para reduzir os custos da categoria para o nível em que estavam no fim dos anos 1990 até o fim de 2011.   Continuação...

 
<p>Nico Rosberg, da Williams, durante treino na Hungria. Equipe fez grandes concess&otilde;es em acordo da F1. REUTERS/Dominic Ebenbichler</p>