Tardelli é novidade de Dunga para amistoso com Estônia

terça-feira, 28 de julho de 2009 16:51 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O atacante do Atlético Mineiro Diego Tardelli foi a novidade na lista de convocados para o amistoso do mês que vem contra a Estônia anunciada nesta terça-feira pelo técnico Dunga, que manteve a base da equipe campeã da Copa das Confederações.

A convocação para o jogo do dia 12 de agosto, em Tallin, incluiu também a volta do lateral-esquerdo do Real Madrid Marcelo, que não participou da conquista do mês passado na África do Sul porque estava jogando improvisado no meio-campo em seu clube.

"Marcelo esteve conosco nas Olimpíadas (de Pequim) e agora é um jogador que retornou à sua posição. E o Tardelli tem um ótimo rendimento há dois anos e é uma oportunidade de olharmos ele mais de perto", disse Dunga em entrevista coletiva após a convocação.

Segundo o treinador, o espírito de grupo da seleção brasileira formado durante a Copa das Confederações foi um dos fatores determinantes para a manutenção da base da equipe. Dos 22 jogadores chamados nesta terça, 20 participaram do torneio preparatório para a Copa do ano que vem.

"Temos um grupo cada vez mais competitivo, com o espírito de seleção brasileira que todos cobravam. Não basta só ter qualidade técnica. Para se entrar num grupo competitivo, o cara tem que se doar muito", afirmou.

"Com o passar do tempo, as coisas começam a se afunilar... O mais importante é o empenho e a dedicação desse grupo da seleção brasileira", acrescentou.

Do grupo campeão da Copa das Confederações, os únicos que não foram chamados são o goleiro Vitor, do Grêmio, o lateral-esquerdo Kléber, do Internacional, e o atacante Alexandre Pato, do Milan. Tardelli, chamado para a vaga de Pato, é o artilheiro do líder Atlético Mineiro no Campeonato Brasileiro.

A seleção brasileira vai enfrentar a Estônia como preparação para as próximas rodadas das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010.

No dia 5 de setembro, o Brasil terá o clássico contra a Argentina em Rosário, e três dias depois recebe o Chile em Salvador.   Continuação...