Alemão Biedermann bate Phelps nos 200m livre no Mundial

terça-feira, 28 de julho de 2009 19:08 BRT
 

Por Mark Meadows

ROMA (Reuters) - O alemão Paul Biedermann conseguiu um duplo feito no Campeonato Mundial de Natação de Roma ao derrotar Michael Phelps e bater o recorde mundial dos 200 metros nado livre para conquistar a medalha de ouro nesta terça-feira.

Ele tirou o ouro do bicampeão após já ter quebrado o recorde mundial de Ian Thorpe nos 400 metros no domingo.

Críticos irão dizer que o maiô de poliuretano foi crucial para as vitórias do alemão, mas o nadador, de 22 anos, ainda está imerso na glória de uma noite na qual quatro recordes mundiais foram quebrados.

"Foi uma competição maravilhosa. Meu técnico me disse antes da prova; 'Phelps te vencerá na largada e na virada -- a única maneira de batê-lo é no nado", disse Biedermann a repórteres após marcar o recorde de 1min42seg00.

"É tudo sobre os maiôs, não é sobre o nadador mais. Isso me deixa louco. O maiô importa mas o atleta é mais importante", disse o alemão.

Mais cedo, a Federação Internacional de Natação ratificou a decisão da semana passada de proibir maiôs de poliuretano a partir do próximo ano e retornar aos maiôs têxteis e shorts para homens.

Segundo colocado, Phelps, que conquistou um recorde de oito medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, foi cortês na derrota após ver seu recorde mundial de 1min42s96 quebrado.

"Estou muito desapontado. Mas se você observar, este é o meu segundo melhor tempo. Ele só está em melhor forma que eu", disse o campeão, de 24 anos, que marcou 1min43seg22.

Mais tarde, o técnico de Phelps, Bob Bowman, disse que o nadador deve ficar de fora de competições internacionais até que a Fina resolva a confusão sobre os maiôs.

O treinador disse que Phelps acredita que as mudanças sobre as peças "deveriam acontecer logo e não depois".