Volta de Schumacher à F1 entusiasma Alemanha

quinta-feira, 30 de julho de 2009 09:51 BRT
 

BERLIM (Reuters) - A volta do heptacampeão Michael Schumacher às corridas de Fórmula 1 dominou nesta quinta-feira as manchetes de toda a imprensa alemã, sempre em termos superlativos.

"O Deus das corridas voltou. A lenda vai pilotar outra vez", disse o popular jornal Bild. "Schumacher põe o pé na tábua novo", anunciou o mais sóbrio Frankfurter Allgemeine.

O piloto de 40 anos, cujo sucesso ensinou seu país a amar a Fórmula 1, será o substituto do brasileiro Felipe Massa na Ferrari a partir do GP de Valência, em 23 de agosto, e talvez pelo resto da temporada. Massa sofreu um grave acidente no sábado passado, durante treinos para o GP da Hungria.

Aposentado desde 2006, Schumacher ainda é adorado pelos alemães, sendo tão ou mais popular que outros ícones do esporte, como a ex-tenista Steffi Graf ou o ex-jogador Franz Beckenbauer.

O próprio Beckenbauer ilustrou o sentimento do país em relação à categoria com e sem o heptacampeão. "Depois que Schumacher se aposentou, parei de assistir à F1. Agora vou começar de novo", afirmou.

Ralf Schumacher, irmão de Michael e também ex-piloto da Fórmula 1, disse que o retorno do piloto mais vencedor de todos os tempos não poderia vir em melhor hora, especialmente diante das manchetes negativas sobre a categoria nos últimos meses.

"Ele estava com comichão para voltar. Mas ninguém esperava isso", disse Ralf ao canal alemão de TV N-24. "Depois de todas as manchetes ruins sobre o esporte recentemente, isso é absolutamente ótimo. Nada melhor poderia ter acontecido para a Fórmula 1 do que o meu irmão voltar."

O entusiasmo é grande também em Kerpen, cidade natal de Schumacher. "Acho ótimo", disse a moradora Marie Nimts. "Espero que ele mostre de novo para todos como ele é. Também não acho que ele seja velho demais para isso."

Na Itália, onde há enorme paixão pela Ferrari, a volta de Schumacher deixou em segundo plano nos jornais a heroica vitória de Federica Pellegrini nos 200 metros livres do Mundial de Natação de Roma, com direito a recorde mundial.

"É a vez de Schumacher!", exclamou a Gazzetta dello Sport, qualificando o retorno de "sensacional",

(Reportagem adicional de Erik Kirschbaum e Reuters Television na Alemanha; e Mark Meadows em Roma)

 
<p>Foto de arquivo do piloto da Ferrari Michael Schumacher em Montmelo. 11/03/2009. REUTERS/Albert Gea/Arquivo</p>