Caminhando e sorrindo, Massa chega a hospital em São Paulo

segunda-feira, 3 de agosto de 2009 20:10 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O piloto Felipe Massa chegou no final da tarde desta segunda-feira ao Hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, onde deve ficar internado por dois dias e passar por exames que servirão para avaliar o andamento de sua recuperação após o acidente que sofreu durante os treinos do Grande Prêmio da Hungria.

O piloto chegou sorridente e acenando para os jornalistas que o aguardavam. Sem parar para responder perguntas, o piloto disse apenas "preciso me recuperar".

Segundo boletim médico divulgado pelo hospital paulistano, o piloto "chegou bem, apresentando uma evolução extremamente satisfatória do seu estado de saúde e amanhã será submetido a uma reavaliação médica".

Massa deixou o hospital que estava internado em Budapeste na manhã desta segunda. Nos treinos de classificação para o GP da Hungria, o piloto da Ferrari, de 28 anos, foi atingido por uma mola de quase 1 kg que se soltou do Brawn GP de Rubens Barrichello.

Após ser atingido pela mola, o piloto, aparentemente desacordado, bateu de frente na proteção de pneus, em alta velocidade. Ele sofreu traumatismo craniano e chegou a ficar em coma induzido e respirando com ajuda de aparelhos após o grave acidente.

Em vídeo divulgado pela Ferrari, Massa disse se lembrar pouco do acidente e agradeceu as mensagens de apoio recebidas de todo o mundo.

"Me lembro, lógico, pouco. Me lembro que eu estava na segunda classificação, num certo momento eu encontro o Rubinho, que estava até longe do meu carro, e aí não vi mais nada", disse Massa.

"Aí aconteceu tudo aquilo que aconteceu, já vi algumas matérias, algumas fotos daquilo que aconteceu comigo, mas não tenho uma lembrança muito real do que aconteceu."

(Reportagem de Hugo Bachega)

 
<p>Piloto Felipe Massa pousa para fot&oacute;grafos em chegada &agrave; hospital em S&atilde;o Paulo nesta segunda-feira. Massa deve ficar internado por dois dias e passar por uma bateria de exames. Ele sofreu traumatismo craniano ao ser atingido por uma mola durante os treinos de classifica&ccedil;&atilde;o para o Grande Pr&ecirc;mio da Hungria de F&oacute;rmula 1. REUTERS/Alex Almeida</p>