Sete esportes brigam para entrar nas Olimpíadas de 2016

terça-feira, 11 de agosto de 2009 13:29 BRT
 

Por Karolos Grohmann

BERLIM (Reuters) - Uma chance como essa só acontece a cada quatro anos: sete esportes esperam ser escolhidos para participar das Olimpíadas de 2016.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciará os dois finalistas na quinta-feira, e dois meses depois será revelada a decisão final sobre a entrada ou não dessas categorias nos Jogos.

Squash, rúgbi, softbol, beisebol, caratê, patinação e golfe brigam pelas duas vagas na lista a ser anunciada durante o encontro do comitê-executivo do COI em Berlim.

O Comitê, em um esforço para renovar a agenda dos Jogos e atrair uma audiência mais jovem, decidiu introduzir até duas categorias nas Olimpíadas de 2016.

Em 2005, o beisebol e o softbol se tornaram os primeiros esportes a serem excluídos dos Jogos desde que o pólo sobre cavalos perdeu a vaga em 1936, e por isso não estarão nos Jogos de 2012, em Londres.

"Nós achamos que temos um caso convincente, já que continuamos a promover o esporte em comunidades em desenvolvimento ao redor do mundo, com foco particular em mulheres e jovens", disse Don Porter, presidente da Federação Internacional de Softbol, nesta terça-feira.

O programa dos Jogos sempre é decidido com sete anos de antecedência. Os esportes candidatos precisam apenas de maioria simples na sessão do COI, em outubro.

O presidente do COI, Jacques Rogge, descartou que qualquer outra categoria entre no programa caso a sessão rejeite as propostas do comitê-executivo.

Ainda não está claro se os dois esportes serão votados em conjunto, como em um pacote, ou se haverá uma votação para cada. A sede dos Jogos de 2016 também será escolhida em outubro. Madri, Chicago, Rio de Janeiro e Tóquio estão na disputa.