Na TV, Mike Tyson se diz traumatizado pela morte de filha

quinta-feira, 13 de agosto de 2009 18:08 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ex-boxeador Mike Tyson disse que ainda não sabe como lidar com a morte acidental de sua filha de quatro anos, que aconteceu em maio, e chamou o incidente de um "momento negro na minha vida".

Mas, em seus primeiros comentários públicos sobre a morte da filha, Tyson afirmou ao programa de TV "Entertainment Tonight" que sua nova carreira como ator está lhe ajudando.

Ele aparece como ator convidado na próxima comédia da Fox "Brothers".

"Eu realmente estava me flagelando pelo que aconteceu com a minha filha. Eu ficava em casa, deprimido. Foi um momento negro na minha vida. (Atuar) me mantém funcionando como um ser humano saudável", disse em entrevista transmitida na quinta.

Exodus, filha de Tyson, morreu em maio após se enforcar com uma corda presa a uma esteira ergométrica na casa da mãe, no Arizona. Ela era um dos seis filhos que Tyson teve com diferentes mulheres.

"Eu estou trabalhando para lidar com isso. Eu falei com muita gente. Eu me tornei membro de um clube exclusivo, que ninguém quer entrar", disse Tyson.

"Me falaram que a dor nunca acaba, mas você precisa superar isso. Eu vou passar por um processo, tentar me curar. Eu estou em um estado de negação, porque eu não sei lidar com isso. Eu não sei o que dizer ou o que falar. Eu fico feliz com todos que me apoiaram".

Pouco após a morte de Exodus, Tyson, de 43 anos, se casou com Lakiha Spicer em Las Vegas. Foi seu terceiro casamento.

Ele se aposentou do boxe em 2005, após uma carreira marcada pela polêmica.

(Reportagem de Jill Serjeant)