Messi diz que pode ser novo Maradona da seleção argentina

segunda-feira, 17 de agosto de 2009 15:55 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O atacante argentino Lionel Messi aceitou com orgulho ser o jogador insubstituível da seleção de futebol do seu país depois que o técnico Diego Maradona disse que deseja montar sua equipe em torno do astro do Barcelona.

Maradona, que conduziu brilhantemente a Argentina na conquista da Copa do Mundo de 1986 no México, disse recentemente que Messi era sua estrela e que não havia em sua equipe um jogador mais importante que ele.

"Para mim é uma satisfação muito grande que Diego diga isso e não tenho problema em fazer o que me pede", disse Messi ao jornal argentino Olé.

"Ele me pede sempre que jogue, que tenha a bola, que não me perda na partida. Que jogue como no Barcelona", acrescentou o "Pulga", que segundo a imprensa argentina está devendo à seleção atuações como as que faz em seu time.

Messi disse que não há "nenhum problema" e que a responsabilidade não pressiona ele. O jogador se recuperou de uma lesão que o impediu na semana passada de disputar um amistoso contra a Rússia, em Moscou, em que a Argentina fez 3 x 2.

O atacante do Barcelona é para Maradona um dos jogadores mais importantes para a próxima partida contra o Brasil pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul junto ao meio-campista Javier Mascherano.

Messi, que é da cidade de Rosário onde se disputará o encontro com os brasileiros em 5 de setembro, foi autorizado pelo técnico do Barcelona, Pep Guardiola, a não jogar a primeira partida da liga espanhola, em 31 de agosto, contra o Sporting de Gijón.

A Argentina está em 4o lugar na eliminatória sul-americana que o Brasil lidera, atrás do Chile e Paraguai.

(Reportagem de Luis Ampuero)

 
<p>Atacante argentino Lionel Messi, em foto de arquivo, disse poder ser o novo Maradona da sele&ccedil;&atilde;o argentina. REUTERS/Robert Galbraith</p>