Peru anuncia mudanças para evitar boicote à seleção de futebol

terça-feira, 18 de agosto de 2009 16:13 BRT
 

LIMA (Reuters) - A Federação Peruana de Futebol (FPF), sob a ameaça de um boicote dos jogadores à seleção do país, anunciou uma série de mudanças com o objetivo de melhorar as condições de trabalho para os jogadores do Peru.

Entre outros pontos, a FPF disse que os clubes serão forçados a pagar contribuições de seguro social e fundo de garantia para os jogadores, ao mesmo tempo em que técnicos e assistentes serão protegidos pela legislação trabalhista.

Ela também proibiu jogos durante o dia em campos sintéticos, que geraram reclamações dos jogadores por condições intoleráveis por causa do calor.

O anúncio veio menos de três semanas antes da próxima apresentação internacional da seleção peruana, em casa, contra o Uruguai, em jogo das eliminatórias para a Copa do Mundo, e com a federação enfrentando a perspectiva de boicote dos profissionais.

O sindicato do jogadores, Safap, disse em maio que seus membros ignorariam as convocações da seleção peruana a menos fosse feita uma série de mudanças no futebol do país, que vive uma das suas piores fases.