22 de Agosto de 2009 / às 21:31 / 8 anos atrás

Bolt ganha ouro no revezamento, mas sem recorde mundial

<p>O jamaicano Usain Bolt comemora com sua equipe o primeiro lugar na prova de revezamento 4x100 metros rasos do mudial de Berlim. REUTERS/Kai Pfaffenbach</p>

Por Mitch Phillips

BRELIM (Reuters) - Usain Bolt conquistou neste sábado seu terceiro ouro no Mundial de Atletismo de Berlim ao vencer o revezamento 4x100 metros rasos com a Jamaca. A equipe, entretanto, não quebrou o recorde mundial. O Brasil ficou em sétimo.

A vitória foi obtida com o tempo de 37s31, pouco acima do recorde mundial de 37s10, da própria Jamaica, estabelecido na Olimpíada de Pequim, no ano passado.

Com os Estados Unidos fora da final devido à desclassificação da equipe na semi, na sexta-feira, a Jamaica praticamente só precisava acertar as passagens do bastão para ficar com o ouro. Steve Mullings abriu a prova, seguido por uma sólida corrida de Michael Frater na reta oposta, Bolt tomando o comando da prova na curva e Asafa Powell finalizando para o ouro.

Bolt agora é campeão olímpico e mundial dos 100m, 200m e 4x100m rasos. Cinco desses títulos foram conquistados com recorde mundial. Apenas o desempenho deste sábado não foi o melhor da história.

“Estou orgulhoso de mim mesmo e o revezamento é sempre divertido, muito melhor do que correr sozinho,” disse Bolt. Perguntado se já era uma lenda, disse: “Não acho. Ano após ano tenho que me tornar campeão e campeão novamente.”

Trinidad e Tobago ficou com a prata, com 37s62, enquanto a Grã-Bretanha faturou o bronze, marcando 38s02.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below