ENTREVISTA-Andy Murray acredita que pode vencer nos EUA

quarta-feira, 26 de agosto de 2009 19:52 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O tenista escocês Andy Murray tem trabalhado para alcançar sua melhor forma e agora pretende encerrar o ano de maneira brilhante conseguindo seu primeiro título em um Grand Slam no Aberto dos EUA.

"Creio que, se jogar bem, posso ganhar o torneio", disse Murray, atual número dois do mundo, derrotado na final em Nova York no ano passado por Roger Federer, durante uma entrevista à Reuters realizada na terça-feira.

"É preciso estar no seu melhor fisicamente, e creio que posso estar agora. Estou me sentindo na melhor forma possível aqui no Aberto", acrescentou.

Murray comentou que sua forma física é uma prioridade e que está muito satisfeito com seus treinos.

O escocês trouxe o ex-tenista espanhol Alex Corretja para sua equipe, dirigida pelo treinador Miles Maclagan, o que já lhe rendeu um grande resultado.

Depois de várias semanas de treinamento duro em Miami depois do torneio de Wimbledon, Murray regressou ao circuito e conquistou o título do Masters 1000 de Montreal, no início deste mês, chegando ainda à semifinal de Cincinnati na semana passada.

Com a intenção de se tornar o primeiro britânico a ganhar um Grand Slam desde Fred Perry em 1936, Murray já se encontra em Nova York, uma cidade que adora, com a mente voltada ao torneio que começa na segunda-feira.

Embora carregue as esperanças dos torcedores britânicos, o escocês disse não sentir uma grande pressão para ganhar um título dessa envergadura.

"Eu coloco pressão em mim mesmo", garantiu.   Continuação...

 
<p>Foto de arquivo do tenista brit&acirc;nico Andy Murray em Cincinnati. 22/08/2009. REUTERS/John Sommers II</p>