Eduardo, do Arsenal, pode ser suspenso por simular pênalti

quinta-feira, 27 de agosto de 2009 12:41 BRT
 

Por Mike Collett

MÔNACO (Reuters) - O atacante do Arsenal Eduardo da Silva pode pegar dois jogos de suspensão em torneios continentais da Europa se a Uefa considerar que ele cavou um pênalti contra o Celtic, na quarta-feira, pelas eliminatórias da Liga dos Campeões.

O brasileiro naturalizado croata caiu em uma disputa de bola com o goleiro Artur Boruc. Aparentemente, não houve contato entre os dois jogadores. A partida no Emirates Stadium ainda estava 0 x 0, no primeiro tempo.

O pênalti foi convertido por Eduardo e abriu caminho para a vitória do Arsenal por 3 x 1. Com o resultado, o time inglês se classificou com um placar agregado de 5 x 1 para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Mais tarde, o técnico do Arsenal, Arsene Wenger, disse que o pênalti não existiu.

O diretor-executivo da federação escocesa, Gordon Smith, disse que quer que a confederação europeia puna Eduardo por ter cavado o pênalti. Após as declarações, Michel Platini, presidente da Uefa, afirmou em entrevista coletiva que "há procedimentos disciplinares na Uefa, e esses procedimentos podem ser tomados para suspender o jogador".

"A Escócia pode dar entrada nesses procedimentos. Da última vez, foi um jogador da Lituânia que foi punido".

A Uefa já suspendeu por duas partidas jogadores que haviam sido culpados de cavar faltas.

Platini falou após apresentar a experiência que será realizada nas partidas da Liga Europa, com cinco profissionais de arbitragem em cada jogo -- um assistente extra atrás de cada gol.

"Um dia, os jogadores vão desistir de simular, porque os árbitros vão vê-los. Por anos, os jogadores têm trapaceado porque os juízes não tinham qualidade suficiente", disse.

(Reportagem adicional de Tom Pilcher em Londres)

 
<p>Brasileiro Eduardo, do Arsenal, em foto de arquivo, pode ser suspenso por simular p&ecirc;nalti. REUTERS/Eddie Keogh</p>