Ricardo Rocha: "Maradona não deve ter medo de mudar"

quinta-feira, 27 de agosto de 2009 20:16 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - Diego Maradona, técnico da seleção argentina, não deve temer trocar jogadores consagrados que não funcionam em sua equipe, disse o ex-campeão do mundo brasileiro Ricardo Rocha.

A seleção argentina, que está em quarto na disputa eliminatória, receberá o Brasil no dia 5 de setembro na cidade de Rosario.

Quatro dias mais tarde os argentinos enfrentarão outro desafio ao jogar com o Paraguai em Assunção.

Rocha, que em sua carreira como zagueiro central chegou a atuar no Real Madri da Espanha, garantiu que Maradona deve mudar seus jogadores diante do mal momento que atravessam alguns dos integrantes da equipe.

"Acho que a Argentina tem uma boa equipe, mas na zaga tem muitas deficiências de marcação. Tem experiência, mas lhe faltam algumas coisas, porque sempre está sofrendo gols. Acho que na vida às vezes é preciso mudar", disse Rocha à Reuters em conversa telefônica.

"O técnico está mantendo muitos jogadores e as coisas não estão funcionando. É preciso fazer mudanças, senão vai ter problemas. Mas só opino como espectador", acrescentou o campeão do mundo com o Brasil nos Estados Unidos em 1994.

A Argentina sofreu na atual eliminatória uma das piores goleadas em sua história ao perder de 6 x 1 da Bolivía em La Paz na 12a rodada da competição, mas bateu a Colômbia por 1 x 0 em casa e caiu diante do Equador perdendo de 2 x 0 em Quito.

"Muita gente diz: 'Fulano joga no Real Madri, no Milan', mas na seleção não funcionam. Há jogadores que têm nome aqui no Brasil mas não estavam funcionando e Dunga os tirou", acrescentou.

O Brasil lidera as eliminatórias com 27 pontos, seguido do Chile com 26, o Paraguai com 24 e a Argentina com 22. O Equador se encontra em quinto com 20 pontos.

(Reportagem de Claudio Cerda)