Holandesa de 13 anos é proibida de velejar sozinha pelo mundo

sexta-feira, 28 de agosto de 2009 11:39 BRT
 

UTRECHT, Holanda (Reuters) - A tentativa de uma menina holandesa de 13 anos de se tornar a pessoa mais jovem do mundo a dar uma volta ao mundo sozinha em um veleiro foi barrada nesta sexta-feira por uma corte local, que a colocou sob supervisão do Estado por dois meses.

Laura Dekker, uma velejadora experiente nascida no barco de seus pais na Nova Zelândia, planejava se lançar ao mar em uma viagem de dois anos a partir de 1o de setembro em seu iate Guppy, de 27 pés.

As autoridades de proteção à criança argumentaram que seria irresponsável deixá-la partir e a corte em Utrecht concordou, dizendo que a viagem colocaria o desenvolvimento psicológico de Dekker em risco. Ela irá permanecer com os pais em custódia compartilhada com o Estado.

Peter de Lange, advogado de Dekker, disse estar confiante de que o assunto pode ser resolvido e ela faça a viagem.

Dekker, cujos pais apoiam a viagem, já havia alertado antes da sentença que migraria para a Nova Zelândia, onde também pode solicitar cidadania, se a corte a impedisse de tentar a viagem. Mas o jornal holandês De Volkskrant publicou que seu passaporte neozelandês venceu.

Dekker pretende estudar enquanto navega, mas a secretária de estado para a Educação Marja van Bijsterveldt entrou no debate dizendo ao Parlamento holandês que ela não deveria ter permissão de partir.

(Reportagem de Aaron Gray-Block)