Nadal diz que está no Aberto dos EUA "para ganhar"

segunda-feira, 31 de agosto de 2009 11:32 BRT
 

MADRI (Reuters) - Os dois meses de afastamento por tendinite nos joelhos não apagaram o sonho de conquistar o único Grand Slam que falta na carreira, disse Rafael Nadal, atual número 3 do mundo, em meio à abertura do Aberto dos EUA em Nova York.

"Não tenho nenhum medo", disse o espanhol de 23 anos ao jornal El País. "Fiquei dois meses sem competir, e (neste mês) cheguei às quartas-de-final (do Masters de Montreal) e às semifinais (do Masters de Cincinnati)".

"Estou consciente de que aqui (em Nova York) umas quartas-de final ou uma semifinal seriam um resultado muito bom, mas eu venho para ganhar", acrescentou Nadal, que tem seis títulos de Grand Slam na carreira.

"Quando eu me aposentar, ninguém vai lembrar das quartas ou das semifinais."

Ele afirmou que a partida da primeira rodada, contra o francês Richard Gasquet, será muito difícil. Gasquet está retornando às quadras após uma suspensão por cocaína.

(Reportagem de Iain Rogers)

 
<p>O espanhol Rafael Nadal responde a perguntas de jornalistas antes da abertura do Aberto dos EUA, em Nova York.30/08/2009.REUTERS/Peter Jones</p>