Dementieva e Jankovic caem na segunda rodada do Aberto dos EUA

sexta-feira, 4 de setembro de 2009 08:49 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A campeã olímpica Elena Dementieva perdeu na quinta-feira pela segunda rodada do Aberto dos Estados Unidos para Melanie Oudin, nova sensação do tênis norte-americano, e teve o mesmo destino da emocionalmente desgastada Jelena Jankovic, também eliminada.

Num dia em que a principal cabeça-de-chave Dinara Safina teve novamente sorte de sobreviver no torneio, a jovem Oudin se destacou na quadra com seus tênis rosa e amarelo e derrotou a número um Dementieva com parciais de 5-7 6-4 e 6-3.

Flushing Meadows ainda ressoava o espetacular feito de Oudin quando a cazaque Yaroslava Shvedova deu a segunda surpresa do dia, salvando dois match points para derrotar Jankovic, número 5 do mundo, com parciais de 6-3 6-7 7-6.

Contudo, nem a cabeça nem o coração de Jankovic estavam em quadra, conforme ela revelou mais tarde, em decorrência da falência de sua avó na Sérvia.

"Eu era muito próxima a ela. Estava muito triste e emocionalmente fora da quadra. Dei o melhor de mim no jogo... mas foi realmente difícil", explicou Jankovic a representantes da Associação Feminina de Tênis.

Com Oudin exibindo um inquebrável saque para selar o destino de Dementieva, 23 mil torcedores ficaram em pé no estádio Arthur Ashe para saudar a jogadora que muitos acreditam ser a grande promessa da próxima geração do tênis norte-americano.

"Estou tão feliz, vocês não têm idéia", afirmou Oudin, número 70 do mundo.

Safina teve um início difícil, mas derrotou a alemã Kristina Barrois com parciais de 6-7 6-2 6-3.

Na disputa masculina, o vice-campeão de Wimbledon Andy Roddick completou a noite derrotando o francês Marc Gicquel por 6-1 6-4 6-4.

 
<p>A russa Dementieva descansa durante jogo contra a americana Oudin, pelo Aberto dos Estados Unidos. A campe&atilde; ol&iacute;mpica Elena Dementieva perdeu na quinta-feira pela segunda rodada do Aberto dos Estados Unidos para Melanie Oudin, nova sensa&ccedil;&atilde;o do t&ecirc;nis norte-americano.03/09/2009.REUTERS/Mike Segar</p>