Argentina x Brasil sempre é uma guerra, diz Lúcio

sexta-feira, 4 de setembro de 2009 17:01 BRT
 

Por Luis Ampuero

ROSÁRIO, Argentina (Reuters) - Todas as partidas entre Argentina e Brasil são uma guerra e o jogo de sábado pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010 não será uma exceção, disse nesta sexta-feira o capitão brasileiro Lúcio.

"Argentina e Brasil sempre é uma guerra porque ambos sabem que sempre é uma partida especial", disse o zagueiro em entrevista coletiva no hotel onde a seleção brasileira está hospedada em Rosário.

"São duas grandes seleções com jogadores muito importantes que podem fazer a diferença. Messi é um grande jogador, assim como Kaká", acrescentou, referindo-se aos dois principais jogadores de cada seleção.

Já o goleiro Julio César, ao responder a uma solicitação de um jornalista, traçou um paralelo entre os técnicos Dunga e Diego Maradona.

"Futebol é resultado, e Dunga em três anos com a seleção brasileira conseguiu resultados muito bons, como a Copa das Confederações e a Copa América", disse.

"Maradona apenas começou e precisa de tempo para chegar e impor sua filosofia e realizar o que tem em mente, para ter o mesmo êxito que teve como jogador", disse.

Maradona, que recentemente elogiou Julio César por suas atuações na seleção brasileira e na Inter de Milão, assumiu o comando do time argentino em novembro de 2008.

Desde então, dirigiu a equipe em quatro partidas das eliminatórias, com duas vitórias e duas derrotas, a primeira uma goleada histórica por 6 x 1 contra a Bolívia em La Paz.   Continuação...

 
<p>Todas as partidas entre Argentina e Brasil s&atilde;o uma guerra e o jogo de s&aacute;bado pelas eliminat&oacute;rias da Copa do Mundo de 2010 n&atilde;o ser&aacute; uma exce&ccedil;&atilde;o, disse nesta sexta-feira o capit&atilde;o brasileiro L&uacute;cio. REUTERS/Bruno Domingos (BRAZIL SPORT)</p>