Produtores bloqueiam estrada para Rosário antes de jogo

sábado, 5 de setembro de 2009 17:40 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Um grupo reduzido de produtores agropecuários bloqueou parcialmente neste sábado uma estrada ao norte de Buenos Aires para ratificar suas reclamações contra a política governamental para o setor, aproveitando o grande movimento de veículos no interior do país antes da partida entre Argentina e Brasil, em Rosário, pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

A caravana de automóveis que se dirigia a Rosário, cidade que fica 300 quilômetros ao norte da capital argentina, teve de diminuir a velocidade ou parar para receber um folheto com as reclamações dos ruralistas.

Na metade do caminho entre Buenos Aires e Rosário, representantes do agronegócio de diferentes povoados regionais se arriscaram no acostamento da estrada após completarem uma greve de oito dias.

Os agropecuários entregaram uma proclamação contra as políticas do governo, em meio a um profundo enfrentamento desde 2008 com a presidente Cristina Kirchner.

A última greve interrompeu por completo os mercados de carne e grãos da Argentina, um dos principais exportadores mundiais desses produtos.

Entre outros pontos em disputa, os dirigentes do setor pedem uma queda nos impostos às exportações, algo que o governo dificilmente aceitará, pois implicaria em uma diminuição da arrecadação fiscal, já prejudicada pela menor atividade econômica.

Mas o que causou definitivamente os protestos foi a anulação de benefícios fiscais que tinham sido aprovados pelo Congresso para produtores afetados por uma extensa seca.

(Reportagem de Jorge Otaola)