Dunga ainda acredita em classificação da Argentina para Copa

domingo, 6 de setembro de 2009 09:25 BRT
 

Por Guido Nejamkis

ROSARIO, Argentina (Reuters) - O técnico Dunga comemorou a classificação antecipada do Brasil para a Copa do Mundo de 2010 e disse acreditar que a seleção argentina também pode disputar o Mundial, apesar da derrota por 3 x 1 no sábado.

O treinador brasileiro elogiou o "sacrifício" mostrado por seus jogadores contra os argentinos na partida em Rosario, mas lamentou a perda de quatro titulares, incluindo Kaká e Luis Fabiano, para a partida de quarta-feira contra o Chile, em Salvador, na próxima rodada das eliminatórias do Mundial da África do Sul.

"Os jogadores argentinos têm qualidade e estão acostumados a jogar finais", disse Dunga em entrevista coletiva após a vitória do Brasil no estádio escolhido pelo técnico argentino, Diego Maradona, para aumentar a pressão da torcida sobre os brasileiros.

Dunga, que conquistou sua terceira vitória em quatro partidas contra a Argentina, além de um empate, disse que cumpriu seu objetivo de "trazer entusiasmo para a seleção" desde que assumiu a equipe, em agosto de 2006, e parabenizou os jogadores por serem "trabalhadores dentro de campo."

A vitória brasileira em Rosario, cidade a 300 quilômetros de Buenos Aires, quebrou um tabu de 33 anos sem vitória brasileira em solo argentino.

"A maior surpresa foi que eles nos pressionaram no começo do jogo", disse Dunga a jornalistas após a partida, que marcou a terceira derrota da Argentina nas eliminatórias com Maradona como técnico.

Dunga disse ainda que o estado do campo "facilitou bastante" o trabalho de seus jogadores e ressaltou que a equipe está "madura, apesar dos jogadores jovens."

A derrota, diante de mais de 40.000 torcedores no estádio Gigante de Arroyito, deixou a Argentina com 22 pontos na tabela, em quarto lugar, ameaçada de perto por Colômbia e Equador, que tem 20 pontos.

O Brasil lidera com 30 pontos, seguido de Chile e Paraguai, com 27.

Os quatro primeiros colocados se classificam diretamente para o Mundial, enquanto o quinto disputará uma repescagem contra uma equipe da Concacaf.

 
<p>Dunga gesticula durante partida Argentina x Brasil em Rosario 05/09/2009 REUTERS/Enrique Marcarian</p>