Dunga convoca mais 4 que atuam no Brasil para jogo com Chile

terça-feira, 8 de setembro de 2009 07:13 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico Dunga convocou na segunda-feira quatro jogadores que atuam em clubes do país para completar a seleção brasileira que enfrentará o Chile, na quarta-feira, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, após ter dispensado cinco atletas que não poderiam enfrentar os chilenos.

Os meio-campistas do Palmeiras Cleiton Xavier e Diego Souza, o atacante Diego Tardelli, do Atlético Mineiro, e o zagueiro André Dias, do São Paulo, se apresentarão na terça-feira em Salvador, local da partida das eliminatórias para o Mundial da África do Sul, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em sua página na Internet (www.cbf.com.br)

Os novos convocados serão os substitutos de Kaká, Luis Fabiano, Lúcio, Ramires e Robinho, que foram liberados pelo treinador para voltar a seus clubes devido à suspensão ou contusão.

Os quatro primeiros já haviam deixado a seleção no domingo por estarem suspensos --receberam o segundo cartão amarelo contra a Argentina no sábado--, enquanto Robinho foi liberado nesta segunda-feira para continuar no Manchester City o tratamento para uma lesão muscular na coxa direita sofrida na partida em Rosario.

O Brasil se classificou para a Copa de 2010 com três rodadas de antecedência ao vencer a Argentina por 3 x 1 no sábado.

Se o Chile, que está em segundo nas eliminatórias três pontos do Brasil, vencer o jogo em Salvador, também estará garantido no Mundial pela primeira vez desde 1998.

Os chilenos estão sete pontos à frente da quinta colocada Colômbia, com três rodadas pela frente. Os quatro primeiros se classificam de forma direta para o Mundial, enquanto o quinto colocado jogará uma repescagem contra uma seleção da Concacaf.

(Por Pedro Fonseca)

 
<p>O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o brasileira, Dunga, conduz treinamento em Salvador. Dunga convocou na segunda-feira quatro jogadores que atuam em clubes do pa&iacute;s para completar a sele&ccedil;&atilde;o brasileira que enfrentar&aacute; o Chile, na quarta-feira, pelas eliminat&oacute;rias da Copa do Mundo, ap&oacute;s ter dispensado cinco atletas que n&atilde;o poderiam enfrentar os chilenos.07/09/2009.REUTERS/Paulo Whitaker</p>