Adriano promete "fazer de tudo para agarrar" chance na seleção

terça-feira, 8 de setembro de 2009 17:07 BRT
 

RIO (Reuters) - O atacante Adriano, provável titular do Brasil no jogo de quarta-feira contra o Chile, afirmou nesta terça-feira que a partida das eliminatórias da Copa do Mundo será a oportunidade para selar uma volta por cima após ter dito este ano que daria um tempo na carreira.

O ex-atacante da Inter de Milão, que voltou em maio ao Flamengo após ter rompido o contrato com o time italiano, deve tirar proveito das ausências dos titulares Robinho e Luis Fabiano e recuperar a camisa 9 da seleção brasileira. Com ela, destacou-se como um dos principais atacantes do mundo antes de sofrer problemas particulares que o levaram a cogitar deixar o esporte por ter perdido a alegria de jogar futebol.

"Estou muito feliz mesmo de poder vestir de novo a camisa da seleção brasileira, o que para mim é realmente muito importante, minha autoestima vai lá em cima," disse a repórteres Adriano, que entrou no segundo tempo da vitória por 3 x 1 do Brasil sobre a Argentina, no sábado, encerrando uma ausência desde fevereiro da seleção.

O atacante, atualmente um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro, não voltou à Itália em abril após duas rodadas das eliminatórias da Copa nas quais ficou apenas no banco de reservas e disse depois que daria um tempo na carreira porque tinha perdido a alegria de jogar. No entanto, ele acabou acertando o retorno ao Flamengo, clube que o revelou, semanas depois.

Adriano, que disse ter deixado os problemas para trás, prometeu "fazer de tudo para agarrar essa oportunidade".

"Mudou tudo, quando eu cheguei (no Brasil, em abril) estava mal, infeliz, todo mundo sabe disso. Hoje eu estou muito feliz, muito bem", disse Adriano, de 27 anos, em entrevista coletiva em Salvador, local da partida de quarta-feira contra o Chile.

"Hoje estou aqui porque consegui reconquistar minha felicidade de jogar. Isso para mim é mais uma virada na minha vida, mais uma conquista", acrescentou.

O atacante, que em seus dias de glória liderou o Brasil nos títulos da Copa América de 2004 e da Copa das Confederações de 2005, disse que já está de volta a seu peso e condição física ideais, mas reconheceu que perdeu espaço na seleção brasileira pelos problemas enfrentados fora das quatro linhas.

"Hoje para ser titular da seleção brasileira tem que mostrar um futebol a mais que o Luis Fabiano vem mostrando. Ele merece ser titular, está fazendo por onde a cada jogo, e eu ainda tenho que fazer por onde para pemanecer na seleção brasileira", disse Adriano sobre o atacante do Sevilla, artilheiro das eliminatórias com 9 gols, mas que está suspenso para o jogo com os chilenos.

O Brasil tornou-se o primeiro time sul-americano classificado para a Copa do Mundo da África do Sul após a vitória sobre os argentinos em Rosário.

(Por Pedro Fonseca)

 
<p>Atacante Adriano, em foto de arquivo, promete "fazer de tudo para agarrar" chance na sele&ccedil;&atilde;o. REUTERS/Paulo Whitaker</p>