Nilmar marca 3 vezes e garante 4 x 2 do Brasil sobre Chile

quinta-feira, 10 de setembro de 2009 01:07 BRT
 

SALVADOR (Reuters) - Uma atuação inspirada do atacante Nilmar garantiu a vitória do Brasil por 4 x 2 sobre o Chile, nesta quarta-feira, numa partida movimentada com expulsões de ambas as partes e três gols fundamentais do atacante do Villarreal.

Enquanto o Brasil entrou em campo já classificado depois do 3 x 1 sobre a Argentina no fim de semana, para o Chile uma vitória teria garantido o retorno da equipe a uma Copa do Mundo pela primeira vez desde 1998. Mesmo com a derrota, os chilenos seguem em 3o lugar nas eliminatórias e estão a caminho da classificação para o Mundial de 2010 na África do Sul.

Nilmar, titular devido aos vários desfalques do Brasil para o jogo em Salvador, abriu o marcador no primeiro tempo e depois marcou duas vezes num intervalo de dois minutos na etapa final para garantir a vitória, após os chilenos terem empatado em 2 x 2 com um jogador a mais em campo -- Felipe Melo foi expulso no início do segundo tempo.

"Sabia que esse jogo era a oportunidade de jogar, fazer gols e demonstrar meu trabalho. Todos aqui querem mostrar seu trabalho, e hoje a gente mostrou que o grupo da seleção é muito forte", disse Nilmar a repórteres após a partida, a 11a vitória consecutiva do Brasil.

Depois que Nilmar abriu o marcador, aos 32 minutos, o Brasil ampliou aos 40 com Júlio Bapstisa, outro que ganhou a vaga de titular devido ao desfalque de cinco titulares, incluindo o trio ofensivo Kaká, Robinho e Luis Fabiano.

Mas o Chile, que foi para o intervalo perdendo por 2 x 1 após um gol de pênalti de Humberto Suazo pouco antes do intervalo, chegou ao empate com o mesmo Suazo aos oito minutos do segundo tempo, depois que Felipe Melo foi expulso por falta violenta em Alexis Sánchez.

Quando o Chile partiu com tudo para o ataque em busca da vitória que teria classificado o país para a Copa, Nilmar marcou duas vezes, aos 28 e aos 30, aproveitando duas jogadas do lateral-direito Maicon. Logo depois, o Chile ainda teve Alexis Sánchez expulso ao receber o segundo cartão amarelo por reclamação.

Mesmo com a derrota, o Chile permanece em terceiro lugar nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo, com 27 pontos em 16 jogos, quatro pontos à frente do Equador, que ocupa atualmente a quarta posição que garante a última vaga direta do continente no Mundial. A Argentina, em quinto com 22 pontos, seria hoje a representante da América do Sul na repescagem contra um time da Concacaf.

Brasil e Paraguai, que também já está garantido na África do Sul, lideram com 33 e 30 pontos, respectivamente, a duas rodadas do final.

Com o resultado, o Brasil ainda aumentou sua invencibilidade para 17 partidas, tendo perdido pela última vez em junho de 2008 para o Paraguai, fora de casa, pelas eliminatórias.

(Por Pedro Fonseca no Rio de Janeiro)

 
<p>Jogadores do Brasil comemoram gol do atacante Nilmar na vit&oacute;ria de 4 x 2 sobre o Chile em Salvador REUTERS/Sergio Moraes</p>