13 de Setembro de 2009 / às 15:19 / 8 anos atrás

Clijsters vence e Serena Williams dá vexame em semifinal

Por Steve Ginsburg

<p>Belga Kim Clijsters derrotou Serena Williams em um final de jogo altamente pol&ecirc;mico no s&aacute;bado, avan&ccedil;ando para a final do Aberto dos EUA. REUTERS/Shaun Best</p>

NOVA YORK (Reuters) - De volta ao tênis, a belga Kim Clijsters derrotou Serena Williams em um final de jogo altamente polêmico no sábado, avançando para a final do Aberto dos EUA e se tornando um exemplo para as mães trabalhadoras.

Semanas após voltar ao circuito em seguida a uma ausência de dois anos para iniciar uma família, Clijsters bateu a defensora do título por 6-4 e 7-5 depois de esperar um dia inteiro pelo final das chuvas.

Quando o segundo set estava em 5-6, Serena sacou em 15-30 e a juíza de linha declarou falta por Williams ter pisado na linha, o que deixou Clijsters a um ponto da conquista do título.

Serena teve uma reação explosiva, gritando com a juíza e brandindo a raquete em sua direção, o que resultou em uma penalidade e perda de um ponto - em suma, o final da partida.

“Juro por Deus, eu vou pegar essa bola e enfiar pela sua garganta, está ouvindo?”, disse Williams.

Em seguida a juíza de linha comunicou o abuso verbal à juíza de cadeira, ao que Serena disse: “Eu nunca disse que vou matar você, está falando sério?”

Na final deste domingo, Clijsters enfrenta a adolescente holandesa Caroline Wozniacki, que derrotou a irregular belga Yanina Wickmayer em 6-3 e 6-3 na outra semifinal do sábado.

VITÓRIA MERECIDA

O final conturbado perturbou a merecida vitória de Clijsters.

“É uma pena que uma partida que eu jogava tão bem tenha terminado dessa maneira,” disse Clijsters, campeã do torneio em 2005 e ex-número um do mundo.

Clijsters, a primeira mãe a chegar a uma final de grand slam desde Evonne Goolagong em Wimbledon em 1980, ficou sem o prazer de conseguir o ponto final.

“Quando você joga o ponto final, seja acertando ou por erro do adversário, é uma ótima sensação,” disse ela aos repórteres. “Por isso a sensação de vencer uma partida esteve ausente.”

Williams, campeã em Wimbledon e no Aberto da Austrália em 2009, não podia acreditar em sua falta de sorte.

“O ano inteiro eu passei sem cometer faltas na linha, e de repente neste torneio eles dão essa falta o tempo todo,” disse Serena. “Eu disse uma coisa que me rendeu uma penalidade. Infelizmente foi no ponto final.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below