September 15, 2009 / 12:00 AM / in 8 years

Calendário de 2010 da F1 pode ter mais duas provas--Mosley

3 Min, DE LEITURA

MONTEVIDÉU (Reuters) - O calendário da Fórmula 1 para 2010 pode ter uma ou duas corridas a mais, disse nesta segunda-feira o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, que citou uma temporada com até 20 etapas.

O diretor comercial da F1, Bernie Ecclestone, está negociando o número de provas do próximo campeonato, segundo Mosley.

"Estamos esperando por ele (Ecclestone), mas acredito que haverá uma ou duas novas corridas. Acredito que serão 18, mas depende, ele está negociando e podem ser até 20 corridas", disse Mosley a jornalistas durante visita a Montevidéu.

Na atual temporada, restam quatro provas das 17 do calendário.

Mosley também disse que na terça-feira pela manhã será anunciada a 13a equipe que vai disputar a categoria.

"Temos três sérios postulantes para um lugar, a decisão será anunciada amanhã pela manhã (na Europa)", disse.

As escuderias candidatas ao posto são Epsilon Euskadi, Lotus e os novos investidores que vão assumir a BMW-Sauber, que anunciou sua saída do esporte.

Mosley disse que pode haver uma nova baixa na F1, mas não disse qual equipe estaria estudando seu futuro no esporte.

"Todos os grandes fabricantes têm dificuldades (econômicas) atualmente (...) Seria perigoso garantir que outras equipes não abandonarão", afirmou.

Caso Renault

Mesmo assim, Mosley disse que deve se manter neutro ante as denúncias do piloto brasileiro Nelsinho Piquet sobre um eventual arranjo da equipe Renault para vencer uma corrida em 2008.

A escuderia enfrentará uma audiência após as acusações feitas por Piquet, que disse ter sido ordenado a bater de propósito no GP de Cingapura para beneficiar seu então parceiro de equipe Fernando Alonso, que acabou vencendo a prova.

"Só escutamos as acusações, não escutamos o caso a favor da Renault. Até que não escutemos os dois lados da história é impossível alcançar uma conclusão."

A audiência, prevista originalmente para 21 de setembro, foi remarcada para o dia 23, destacou o dirigente. Se for considerada culpada, a equipe pode ser expulsa da F1.

Reportagem de Conrado Hornos

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below