Maradona se interna em clínica de emagrecimento na Itália

terça-feira, 15 de setembro de 2009 16:42 BRT
 

MILÃO (Reuters) - O técnico da seleção argentina de futebol, Diego Maradona, se internou em uma clínica no norte da Itália para tentar perder peso, disse seu médico pessoal nesta terça-feira.

"Maradona viajou para a Itália para se internar em um spa que conhece, onde fará uma dieta para perder cinco quilos", teria dito Alfredo Cahe, médico do treinador, em Buenos Aires.

"Ele está ótimo, muito melhor do que muitos pensam, está sereno", Cahe disse à agência de notícias argentina Telam.

A mídia italiana disse que Maradona, cuja seleção corre o risco de ficar fora da próxima Copa do Mundo após as recentes derrotas para o Brasil e o Paraguai, se internou na clínica Henri Chenot em Merano. A clínica não comentou o assunto.

Maradona, 48, luta há tempos contra o excesso de peso, e relatos da mídia italiana ressaltaram que ele utilizou os serviços de Chenot para entrar em forma quando atuava no clube Nápoles 20 anos atrás.

A derrota de 1x0 para o Paraguai na última quarta-feira deixou a Argentina em quinto lugar no grupo de dez nações da América do Sul, o que implica uma partida decisiva com o quarto colocado da Concacaf para decidir a vaga para o Mundial na África do Sul.

A seleção bicampeã mundial ainda tem uma chance de ficar entre os quatro primeiros e garantir a classificação, mas também pode sair da competição faltando dois jogos para o fim da etapa eliminatória.

Maradona, cuja indicação para técnico da Argentina em novembro surpreendeu, ainda pode aproveitar sua viagem à Europa para analisar uma série de jogadores argentinos para as partidas eliminatórias de outubro em casa contra o Peru e como visitante no Uruguai.

(Reportagem de Mark Meadows)

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o argentina de futebol, Diego Maradona, em foto de arquivo, se internou em cl&iacute;nica de emagrecimento na It&aacute;lia. REUTERS/Marcos Brindicci</p>