Chefe da campanha de Madri se desculpa ao Rio após queixas

quarta-feira, 30 de setembro de 2009 19:30 BRT
 

Por Kevin Fylan

COPENHAGUE (Reuters) - A chefe da candidatura de Madri para a Olimpíada de 2016 pediu desculpa ao Rio de Janeiro nesta quarta-feira depois que uma autoridade espanhola supostamente disse que a proposta brasileira é a pior das quatro.

O Rio, que está em uma disputa apertada com Chicago, Madri e Tóquio pelo direito de sediar os Jogos Olímpicos de 2016, se queixou à comissão de ética do Comitê Olímpico Internacional (COI) depois que José Maria Odriozola, vice-presidente da campanha de Madri, fez comentários depreciativos sobre o Rio a um jornalista.

A chefe da candidatura espanhola, Mercedes Coghen, disse que Madri jamais quis violar o espírito de "jogo limpo" da disputa, que será decidida pelos membros do COI em votação na sexta-feira.

"O que quer que tenha acontecido, queremos nos desculpar com o Rio", disse Coghen a repórteres.

"Acreditamos que todas as quatro propostas são muito boas. Tentamos todo esse tempo ter um jogo justo. Acho que todas as quatro cidades são muito, muito boas. As quatro podem ganhar essa competição, mas esperamos que Madri seja a vencedora", acrescentou.

Os organizadores do Rio classificaram os comentários originais como inaceitáveis e disseram que fizeram uma reclamação oficial.

As regras do organismo dizem que as cidades candidatas não podem criticar as propostas alheias.

(Reportagem adicional de Karolos Grohmann)