Rio alfineta "passadinha" de Obama em votação olímpica

sexta-feira, 2 de outubro de 2009 06:54 BRT
 

Por Pedro Fonseca

COPENHAGUE (Reuters) - Horas antes da votação desta sexta-feira que decidirá a sede dos Jogos Olímpicos de 2016, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, alfinetou a chegada de última hora do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a Copenhague para defender a candidatura de Chicago.

Paes, falando a jornalistas enquanto Obama discursava para os eleitores do Comitê Olímpico Internacional (COI), afirmou que a "passadinha por aqui" do presidente norte-americano não deve influenciar a eleição.

Rio de Janeiro e Chicago são apontadas por especialistas e casas de apostas na Europa como as duas favoritas, numa disputa que inclui ainda Tóquio e Madri. 95 eleitores do COI participam da primeira rodada da votação, que acontece após uma apresentação final de cada candidata.

"A maioria dos eleitores já deve ter decidido seu voto. A diferença é que o presidente Lula, por exemplo, o governador e o prefeito do Rio, estão em campanha há muito tempo, conversando com os eleitores há muito tempo. Não é numa visita a Copenhague de última hora para tentar conseguir alguns votos," disse Paes.

O presidente dos EUA, que inicialmente não viria a Copenhague para dedicar-se à reforma do sistema de saúde norte-americano, decidiu posteriormente passar algumas horas em Copenhague em busca de votos para a cidade onde fez sua carreira política.

Ele foi o último chefe de Estado entre as quatro cidades concorrentes a confirmar presença na votação do COI.

"Obama é um grande líder mundial, mas está aqui de visita. Chegou hoje, vai dar uma passadinha, não sabe nem direito como é a candidatura," afirmou Paes.

"Com todo respeito a Chicago e ao presidente Obama, não tenho dúvida que a candidatura brasileira tem o envolvimento especial do presidente Lula, que está há dois anos conversando com os eleitores e conhece bem a importância de se realizar uma Olimpíada no Rio. E tenho certeza que isso os membros do COI também sabem," acrescentou.

O Rio de Janeiro será a terceira cidade a se apresentar aos eleitores do COI, após Chicago e Tóquio. Madri encerra as apresentações, de acordo com ordem definida por sorteio.

 
<p>O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fala em Copenhague durante a apresenta&ccedil;&atilde;o de Chicago para as Olimp&iacute;adas de 2016. Horas antes da vota&ccedil;&atilde;o desta sexta-feira que decidir&aacute; a sede dos Jogos Ol&iacute;mpicos de 2016, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, alfinetou a chegada de &uacute;ltima hora de Obama a Copenhague para defender a candidatura de Chicago.02/10/2009.REUTERS/Charles Dharapak/Pool</p>